Lava Jato contra-ataca

Setor ligado diretamente aos EUA afasta Appio da Lava Jato

A ala de Moro e Dallagnol ainda tem muito poder na Lava Jato, mesmo esvaziada. Trata-se de uma operação nascida e controlada pelo imperialismo

Nesse momento há uma imensa crise no interior da burguesia. A operação criminosa Lava Jato continua viva, esvaziada, mas vive. O juiz Eduardo Appio, à frente da Operação Lava Jato, foi afastado cautelarmente da 13ª Vara de Curitiba pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), justamente no momento em que Deltan Dallagnol sofreu um processo de cassação e o ex-juiz Sérgio Moro está sendo investigado. 

De acordo com o site de notícias 247, Appio, que vinha investigando os abusos cometidos por Sérgio Moro e Deltan Dallagnol ao longo da operação, foi afastado na segunda-feira (22) por uma suposta ligação que terá feito ao advogado João Malucelli, sócio do escritório de advocacia da esposa de Moro, a deputada federal Rosângela Moro, em que teria feito uma ameaça velada ao desembargador federal Marcelo Malucelli.

Existe uma briga interna na burguesia, entre os setores mais capachos dos Estados Unidos e os que estão um pouco mais ligados à burguesia nacional, e foram prejudicados com os excessos da Lava Jato (excessos no sentido de que atingiram os que antes o apoiavam contra o PT). Isso mostra que o imperialismo ainda atua na operação. Appio representa outro setor, que está em disputa com o setor de Moro e Deltan Dallagnol. 

O senador Renan Calheiros utilizou o Twitter para expressar críticas em relação ao afastamento do juiz Eduardo Appio da 13ª Vara de Curitiba.Deltan cassado, Moro ameaçado e o Juiz que rastreia as fraudes da Lava Jato afastado – por ilação. O autor da ação contra o Juiz Eduardo Appio é o desembargador Marcello Malucelli, contra quem entrei no CNJ. Ele é pai de Eduardo, sócio e genro de Moro. Algo de podre no protetorado” – escreveu Calheiros.

Outro que considerou a decisão um “absurdo” e entrevista ao jornalista Jamil Chade, do UOL, foi Tacla Duran: esta é “mais uma tentativa para afastar o juiz natural da 13ª Vara Federal de Curitiba”. “Extrapolaram a competência e a prevenção do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e do ministro Luis Felipe Salomão”, disse Duran. “O desembargador Malucelli, infelizmente, mais uma vez demonstra sua parcialidade, ocultando essas informações prestadas ao ministro Salomão, para criar artificialmente uma competência da Corregedoria do TRF/4″, ressaltou.

A atuação do TRF-4, pode ter sido também uma reação à cassação de Deltan Dallagnol pelo Supremo Tribunal Federal e que foi apoiada por um amplo setor de políticos que foram prejudicados pela Lava Jato. Neste momento também há uma enorme pressão desse setor para também cassar o juiz criminoso e mandante da operação criminosa que atacou o País, deu um golpe de Estado, prendeu a maior liderança política do Brasil e colocou Bolsonaro no poder.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.