Fim do controle capitalista!

Série B sofre manipulação de resultados para favorecer apostas

O jogador que não cometeu a infração é o único investigado, as casas de apostas continuam a lucrar

Um esquema de fraudes no resultado de jogos da série B do Campeonato Brasileiro, por um suposto grupo de apostadores, tornou-se público após denúncia do clube goiano Vila Nova. A fraude consistia na combinação de penalidades máximas no primeiro tempo em três jogos da mesma rodada. Fato curioso no processo aberto pelo Ministério Público é que apenas o jogador que não cometeu a infração está sendo investigado. Não há nenhuma informação sobre supostos financiadores do golpe e tampouco das casas de apostas. 

A operação Penalidade Máxima foi iniciada depois da denúncia do Vila Nova em novembro do ano passado, o clube teria tomado conhecimento do esquema após excessiva cobrança ao seu jogador para que ressarcisse os ditos apostadores. No esquema, os pênaltis deveriam acontecer na primeira metade das partidas: Vila Nova x Sport, Criciúma x Tombense e Sampaio Correa x Londrina. O prejuízo estimado aos “apostadores” seria de pelo menos 2 milhões de reais, cada jogador receberia o valor de aproximadamente 150 mil reais. O jogador da equipe goiana teria recebido 10 mil reais antecipadamente, mas não cometera a infração. 

As manipulações nos resultados de jogos do futebol ligadas a fraude em casas de apostas não é nenhuma novidade. Esquema semelhante também veio à tona na série C do Brasileirão. Em 2005, foi revelado um esquema de manipulação de jogos da primeira divisão do Campeonato Brasileiro envolvendo a arbitragem. No ano seguinte, o mesmo escândalo estourou na Séria A do futebol italiano, ainda assim continuam a ser denunciados esquemas referentes aos resultados dos jogos, o que indica que as manipulações na divisão de elite brasileira também não cessaram. 

Fato curioso deste esquema milionários é que se investiga a arbitragem e o jogador que sequer levou adiante a fraude, ou seja, são esses os ‘cooptados’. Ninguém tomou conhecimento de quem seriam os responsáveis pelos esquemas anteriores e provavelmente serão acobertados novamente. É possível que as próprias casas de apostas sejam responsáveis pelas fraudes para lucrar mais e de lavar dinheiro de atividades não declaradas, um esquema bastante conhecido em todo o mundo. 

Não se pode admitir que os atletas sejam responsabilizados pelo esquema de fraude nos jogos. O domínio dos capitalistas sobre o futebol é o que permite todo tipo de manipulação de resultados. É preciso defender que o maior esporte de massas esteja sob o controle popular! 

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.