Após tiroteios

Senadora russa: imperialismo planeja revolução colorida na Sérvia

Agentes estrangeiros estão tentando desestabilizar a nação balcânica após dois tiroteios em massa, afirma um importante senador russo

Os países imperialistas parecem estar preparando o terreno para uma ‘revolução colorida’ na Sérvia, de acordo com Valentina Matvienko, presidente da câmara alta do parlamento russo. Ela afirmou que a raiva do público está aumentando após dois tiroteios em massa no país.

“O que temos hoje é um exemplo clássico de guerra centrada em rede, quando estruturas de rede sob controle ocidental usam algum problema de botão quente para desestabilizar a situação, esperando que sirva como um gatilho. Então eles provocam manifestações em massa e mobilizam uma oposição local preparada”, disse ela em entrevista ao Sputnik Sérvia na segunda-feira.

Matvienko disse que a mesma abordagem foi usada durante os levantes da Primavera Árabe, assim como no Irã. No caso da Sérvia, ela acrescentou, os EUA e seus aliados estão tentando provocar a ira pública sobre os dois tiroteios em massa, ocorridos em Belgrado e Mladenovac.

Em 3 de maio, um tiroteio em uma escola em Belgrado custou dez vidas, depois que um aluno usou as armas de fogo de seu pai para atacar outras crianças e funcionários. No dia seguinte, um homem de 20 anos começou a atirar, matando nove em vários locais.

O legislador russo descreveu o uso dessas tragédias para maquinação política como “cinismo extremo e monstruoso”, o que mostra “até onde o Ocidente pode ir em seu desejo de anular a Sérvia e puni-la por ter uma política independente”. Qualquer pessoa normal deveria ficar enojada com isso, acrescentou Matvienko.

O senador russo pediu uma investigação completa sobre o caso Mladenovac por possível manipulação do “assassino psicopata” nas redes sociais e na dark web. Os serviços especiais ocidentais estão “usando ativamente métodos de programação neurolinguística”, afirmou ela, referindo-se a um método que pretende influenciar sutilmente o comportamento das pessoas.

Matvienko afirmou que as nações podem resistir a golpes de influência estrangeira, citando a Síria e a Bielo-Rússia como exemplos de defesa bem-sucedida contra tentativas ocidentais de derrubar um governo. A Sérvia também conseguirá resistir, afirmou ela, argumentando que a memória recente dos bombardeios da OTAN em 1999 dá aos sérvios resistência ao “engano”.

Fonte: RT

* Os artigos aqui reproduzidos não expressam necessariamente a opinião deste Diário

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.