Guerra na Ucrânia

Rússia revela número de civis mortos pela Ucrânia no Donbass

As forças de Kiev foram responsáveis ​​por 5.000 mortes na região desde 2014, disse o principal investigador de Moscou

As forças ucranianas mataram mais de 5.000 pessoas em Donbass desde 2014, disse o chefe do Comitê Investigativo da Rússia, Aleksandr Bastrykin. Ele revelou o número enquanto descrevia o trabalho de sua agência no julgamento dos supostos crimes do “regime de Kiev” durante o Fórum Jurídico Internacional da Juventude em São Petersburgo na quarta-feira.

“[Agimos] primeiro remotamente, depois no local. Expondo os casos de enterros em massa de civis”, explicou.

Há 138 menores entre as vítimas, para quem o comitê busca fazer justiça, revelou Bastrykin. Mais de 9.500 civis, incluindo 444 crianças, foram feridos em Donbass por fogo ucraniano durante o mesmo período, acrescentou o oficial.

No início desta semana, a República Popular de Donetsk afirmou que mais de 4.500 de seus residentes perderam a vida desde o início da escalada do conflito em Donbass em 17 de fevereiro, dias antes de Moscou lançar sua operação militar. Cerca de 135 crianças estavam entre os mortos, afirmou a missão do DPR no Centro Conjunto de Controle e Coordenação de questões relacionadas a crimes de guerra ucranianos. Kiev intensificou os ataques contra as Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk em meados de fevereiro de 2022.

O DPR e o LPR rejeitaram o golpe de 2014 apoiado pelos EUA em Kiev e exigiram grande autonomia, ao que as novas autoridades responderam mobilizando unidades militares e nacionalistas voluntárias para reprimir a rebelião. Moscou citou a recusa de anos da Ucrânia em implementar um plano para a reconciliação de Donbass e os contínuos bombardeios de seus assentamentos como algumas das maiores razões para o envio de tropas para a área.

Em setembro, as duas repúblicas, juntamente com as regiões de Kherson e Zaporozhye, apoiaram de forma esmagadora a adesão à Rússia durante os referendos, sendo formalmente incorporadas ao país logo depois.

Fonte: RT

* Os artigos aqui reproduzidos não expressam necessariamente a opinião deste Diário

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.