Classe operária internacional

Correspondente Internacional mostra atos de 1º de maio pelo mundo

Programa debateu as manifestações da esquerda no primeiro de maio, atentado ao Putin, crise do sistema financeiro e censura nas redes sociais.

O programa do Correspondente Internacional nº 138 – 05/05/23,  do canal da COTV no  youtube analisou as manifestações dos trabalhadores no mundo todo no primeiro de maio dentre outros temas.

O primeiro tema foi o aniversário de Karl Marx em 5 de maio de 1818, a principal figura da ciência do marxismo, que leva o seu nome, o grande militante político além de filósofo e acadêmico, mas, principalmente, um homem de partido. É um homem que trabalhou a vida inteira não por uma posição acadêmica, como a esquerda pequeno burguesa gosta de afirmar, mas, principalmente, pela revolução do proletariado e deixou um grande legado o partido social democrata alemão (PSD) que foi referência na luta do proletariado por meio das greves.

Com 40 anos, lançou o manifesto comunista, participou de vários jornais e foi expulso de dois países, Alemanha e França. Escreveu o livro do capital, maior referência nas Ciências Sociais, produziu  livros teóricos que provaram cientificamente que é o trabalhador que produz toda a riqueza do nosso planeta e por isso o trabalhador tem o direito de usufruir os frutos do seu trabalho.

O segundo tema foram os 78 anos da vitória soviética sobre o nazismo alemão na Segunda Guerra Mundial, a vitória dos trabalhadores do mundo todo contra a burguesia nazista. São duas comemorações a vitória soviética e a vitória sobre o nazismo.

Nos preparativos para a comemoração da vitória na Guerra Patriótica, evento mais importante da Rússia que comemora a vitória da USSR contra ao Nazismo dos países imperialistas comemorado no dia 9 de maio, o presidente Putin sofreu uma tentativa amadora de assassinato por meio de um drone. O principal objetivo dos drones foi causar um temor na população russa para impedi-los de participar da manifestação no dia 9 de maio, o Putin falou que ia participar do mesmo jeito pois não tinha medo do nazismo.

Os comentaristas da COTV em seguida divulgaram uma reportagem da maior rede de televisão da Espanha a RT espanhola sobre o avanço dos governos capitalistas do mundo todo contra a liberdade de expressão. A reportagem denuncia como o governo norte americano financia ONGS e “think tanks” para informar a população e ao mesmo tempo aquele ajuda na censura a outros meios de comunicação seja de esquerda ou de direita com a desculpa de combater a desinformação.

Demonstra que o Pentágono e o Estado Norte Americano estão participando ativamente para derrubar quaisquer tipo de imprensa que contrariam a narrativa dos monopólios da mídia. Uma de suas vítimas recentes é o apresentador Tucker Carlson cuja demissão da Fox News foi comemorada por funcionários do Pentágono. Os comentaristas do Correspondente internacional destacaram a importância de lutar pela liberdade de expressão absoluta contra a censura e a desinformação promovidas pelos estados capitalistas e pelas ONGS financiadas por aqueles.

Foi comentada a notícia que jovens americanos da organização “People’s Forum” que foram presos voltando de cuba para os EUA, os manifestantes do “People’s Forum” foram para Cuba para comemorar o primeiro de maio e ao voltarem para a sua pátria de origem foram presos e interrogados pelos EUA. Demonstrando que os EUA é um país extremamente autoritário comparado com a própria Cuba, já que, enquanto aquele prende seus próprios cidadãos simplesmente por participarem de uma manifestação de primeiro de maio, o segundo defende a liberdade de reunião de todos os trabalhadores para defender seus direitos.

O 1 de maio em Cuba foi importante porque comemorou a vitória dos trabalhadores cubanos conta o imperialismo norte americano pela sua independência dos EUA ocasionada pela Revolução Cubana contra os 200 anos da Doutrina Monroe que justificou o imperialismo norte americano sobre a América Latina.

Foi transmitido um vídeo da policia francesa atacando os manifestantes franceses que protestavam contra a reforma da previdência. A violência policial foi extremamente truculenta, isso ocorreu no primeiro de maio na França e os trabalhadores reagiram fazendo o aparato estatal recuar, enquanto que em Cuba, o direito a livre manifestação e reunião é respeitado no primeiro de maio, na França os trabalhadores são brutalmente reprimidos.

Na Espanha é realizado um desfile no primeiro de maio que foi conduzido pelas centrais sindicais , o PCO paticipou dso ato e colocou faixas contra as bases militares da OTAN na Espanha e recebeu uma oposição por parte das centrais sindicais pelegas. Foram esses sindicatos que organizaram protestos contra o Lula na sua vinda a Espanha pois, a grande maioria deles são financiados pelas ONGS imperialistas.

O PCO também trouxe faixas para guiar a manifestação trabalhista na França no primeiro de maio em sua luta a favor da previdência social.

Mostraram o vídeo de protestos na Itália contra o aumento de gás na Europa, no primeiro de maio.

Mostraram o vídeo no primeiro maio na Bolívia com o povo trabalhador com os mineiros da Bolívia que expulsaram a ex-presidente golpista e retomaram o governo com manifestações nas ruas.

A Crise no sistema financeiro, um banco importante nos EUA o “First Republic Bank” faliu e o” JP Morgan”, um dos bancos mais importantes dos EUA que está com um grande risco de quebrar, o comprou. As ações caíram 90%, três bancos norte-americanos estão em risco, o “Pacwest”, o “Western Aliance” e o “Comerica”. O sistema financeiro que está desabando, este é o reflexo da crise financeira de 2008, o Banco central norte americano comprou os títulos de divida publica dos Bancos para que o sistema não entrasse em crise financeira.

Porém, o Banco Central é comandado por esses mesmos bancos. O presidente do Banco central americano é um advogado dos bancos. O banco central salvou os bancos e jogou os juros lá embaixo e isso inflacionou o mercado de ações gerando uma bonança artificial, só que os bancos  que são um cartel, não baixaram os juros para a população que fazem empréstimo para comprar casa, dividas, mensalidades das universidades e planos de saúde etc. Continuaram ganhando dinheiro e isso gerou um problema de inflação pois os bancos parasitam a economia com os juros sobre a dívida pública e ela vai encolhendo. E assim, a população protesta por um aumento de salários que foram corroídos pela inflação.

Os trabalhadores estão brigando por um aumento, pois o salário está a 30 anos sem um aumento real, os bancos alegam que o aumento dos juros é para conter os salários. Os bancos quebram e o Estado gasta dinheiro para salvar os bancos e isso aumenta a inflação. Praticam as sanções contra a Rússia e isso enfraqueceu o dólar internacionalmente e isso gerou inflação. Este é um problema que os EUA estão enfrentando, sendo que o Congresso Americano não quer aumentar os gastos para investir na economia.

Os EUA que fabricam dinheiro têm um privilegio da moeda de lastro privilegio conquistado com duas guerras mundiais. Assim, podem imprimir dinheiro sem um compromisso com o valor real deste dinheiro porém, isso gera consequências. Agora, os países no mundo todo estão se convertendo ao yuan. A censura nos meios de informação é uma forma de conter esta situação, de enganar a população até o último momento. Dizendo que está tudo sob controle quando não é bem assim. O sistema financeiro enganava o povo alegando que estava bem, porém, agora com a quebra dos grandes bancos americanos isso não se sustenta mais.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.