Em fevereiro

Reino Unido: 70.000 funcionários de 150 universidades em greve

Situação em um dos principais países imperialistas do mundo é a mais explosiva para a burguesia, com inúmeras greves da classe operária nos últimos meses

– Sputnik News – Após greves no setor de saúde, transportes e rodoviário, 150 universidades do Reino Unido anunciaram nesta quinta-feira (12) que farão paralisações em fevereiro.

Ao todo, mais de 70 mil funcionários entrarão em greve por causa dos salários baixos e dos “ataques” do governo de Rishi Sunak, primeiro-ministro do Reino Unido, às pensões e benefícios do funcionalismo.

As paralisações começam em fevereiro, segundo publicação do jornal The Guardian, que esclarece que as datas precisas da greve serão fornecidas na próxima semana.

“O sindicato está exigindo um acordo significativo sobre aumento salarial para lidar com a crise do custo de vida, bem como ações para acabar com o uso de contratos inseguros”, dizem os sindicatos dos professores.

O governo britânico ofereceu aumentar o salário dos funcionários entre 4% e 5%, mas a categoria disse que a oferta “não era suficiente“. Os sindicatos também estão exigindo que “os empregadores revoguem os cortes e restaurem os benefícios”.

As greves dos trabalhadores tornaram-se mais frequentes no Reino Unido, em paralelo com o aumento da inflação, que atingiu um recorde de 11,1% em outubro.

O fracasso da ex-primeira-ministra, Liz Truss, em conter o aumento dos preços e eliminar o déficit orçamentário provocou a sua renúncia em outubro passado.

O governo sucessor, com Rishi Sunak, apresentou um plano financeiro de médio prazo que conta com aumentos de impostos e cortes nos gastos públicos para estabilizar a economia.

Em dezembro de 2022, cerca de 100.000 enfermeiros entraram em greve, a primeira nos 106 anos de história de seu sindicato, o Royal College of Nursing (RCN), um movimento que reflete o tamanho do descontentamento no Reino Unido.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.