Todo apoio aos professores!

Professores de Belo Horizonte se mobilizam contra arrocho

A greve dos professores afetou pelo menos 40 escolas e 1.500 profissionais. O número foi passado pelo Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro-MG)

Os professores de escolas particulares de Belo Horizonte aderiram à greve por tempo indeterminado no dia onze de setembro, após uma assembleia. Eles reivindicam recomposição salarial e a manutenção de direitos adquiridos como férias coletivas, isonomia salarial e adicional por tempo de serviço. Cerca de 40 unidades de ensino da capital aderiram à greve e alunos estão sem aula.

“A categoria mais uma vez está de parabéns. Demonstrou força, união e coragem. Enfrentou o assédio nas instituições de ensino e lotou novamente esta assembleia, em uma nítida demonstração de indignação com a postura dos donos de escolas. Vamos resistir, ampliar a mobilização e exigir respeito e dignidade profissional. Não aceitaremos retrocesso, nenhum direito a menos”, ressaltou a presidenta do Sinpro Minas, Valéria Morato.

A greve dos professores afetou pelo menos 40 escolas e 1.500 profissionais. O número foi passado pelo Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro-MG), porém a greve foi encerrada no dia 13 de setembro, após assembleia realizada pela categoria.

O sindicato entrou com um pedido de dissídio de greve e um ato está marcado para a porta do Tribunal Regional do Trabalho às 14h desta terça-feira (12) para pedir intervenção do órgão no caso.

Com o encerramento da greve, os profissionais da educação apenas conseguiram que a Justiça propôs mudança apenas no adicional por tempo de serviço.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.