Sequelas do golpe

Petroleiros exigem fim da terceirização na Petrobrás

É necessária uma intensa mobilização por parte da esquerda e das organizações de trabalhadores em defesa do petróleo 100% nacional e estatizado.

Nesta semana, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) solicitou à direção da Petrobrás a suspensão imediata de toda terceirização nas unidades da empresa. Os trabalhadores exigem em especial o fim das terceirizações que atingem o Centro de Pesquisas, Desenvolvimento e Inovação Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), no Rio de Janeiro.

Conforme declarou a FUP: “não é cabível avançar no processo de terceirização no apagar das luzes, sem qualquer orientação nem atenção às prioridades estratégicas do novo governo e da nova gestão da empresa”.

Os trabalhadores denunciam que as terceirizações aumentaram exponencialmente após o golpe contra Dilma Rousseff, em 2016 e que vêm atingindo toda categoria.O Cenpes inclui diversos laboratórios e até mesmo uma “mini-refinaria”. 

“São medidas totalmente irresponsáveis numa área operacional onde, sabidamente, é requerida formação e expertise, para lidar com situações de risco como alimentação elétrica e produtos químicos”, destacou em nota o Sindipetro-RJ.

Além disso, a categoria também se mobiliza pelo cancelamento do processo de privatização da Petrobrás Biocombustível (PBio), iniciada no final do governo de Jair Bolsonaro. Esta é uma das maiores empresas de biocombustível no Brasil, tento unidades em Minas Gerais, Ceará e Bahia, onde é produzido 580 mil metros cúbicos de biocombustível anualmente.

A situação na Petrobrás é crítica para os trabalhadores. O regime golpista buscou entregar toda a empresa para os grandes capitalistas e tubarões da especulação financeira, resultando numa política de saque da riqueza nacional em grandes dimensões. Agora, os trabalhadores se mobilizam para impedir que estes ataques continuem.

É necessária uma intensa mobilização por parte da esquerda e das organizações de trabalhadores em defesa do petróleo 100% nacional e estatizado. É preciso impulsionar o governo Lula nesse sentido, para garantir os direitos dos trabalhadores brasileiros e impedir o roubo das riquezas nacionais. Lula inclusive, em sua denúncia sobre a situação da Eletrobrás, privatizada pelo governo Bolsonaro, já demonstrou que está disposto a enfrentar os capitalistas em defesa da soberania nacional e do desenvolvimento brasileiro. Contudo, para isso ocorrer, Lula precisa do apoio massivo dos trabalhadores. Assim, é necessário que a CUT, o PT e demais organizações populares aproveitem o momento e lancem uma intensa campanha em defesa do petróleo nacional. Apenas com o povo nas ruas será possível rever esta situação promovida pelo regime golpista.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.