Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Ditadura no futebol

Organizada do Flu sofre com a ditadura da Lei Geral do Esporte

Governo abre brecha para uma verdadeira ditadura contra futebol brasileiro, punição de cinco anos e proibição de se aproximar dos estádios é um absurdo completo

Nessa terça-feira (5), o Ministério Público entrou na justiça pedindo o afastamento da Torcida Organizada Força Flu, dos eventos esportivos em todo território nacional. O requerimento é para que membros e associados sejam afastados dos eventos esportivos por cinco anos e também impedidos de frequentar entorno de estádios em um raio de cinco quilômetros em dia de jogo.

O pedido é da 4ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva e Defesa do Consumidor e do Contribuinte e está baseado em um relatório do BEPE (Batalhão Especial de Policiamento em Estádios). Um torcedor do Fluminense jogou uma pedra, que quebrou a janela do ônibus, com estilhaços acertando o atacante Carlos Alberto, sem gravidade. Além do banimento, a torcida também teria que pagar uma multa de 100 mil reais.

Este caso é mais uma prova do que este Diário vem denunciando há tempos, esse tipo de medida contra as torcidas organizadas é um método da burguesia para retirar dos estádios a população, é uma forma de elitizar o futebol no Brasil. Tem claramente o objetivo de fazer do futebol brasileiro um esporte da burguesia, retirando o caráter popular e tradicional que as disputas e os clubes tem em todo país.

Mas não é apenas isso. Ao atacar o direito de organização dos torcedores, a burguesia está atacando o direito de organização de toda a população. O que hoje acontece com as torcidas organizadas, vai acontecer com os sindicatos, movimento populares e partidos de esquerda. 

O ataque ao futebol brasileiro se dá com esse e outros meios pelo imperialismo, através da justiça burguesa. Veja-se os casos que sofrem os jogadores no país. Quando um jogador brasileiro se destaca pelo craque que é, a imprensa sempre cai matando em cima do cara, a partir daí ele não pode fazer mais nada que desagrade os monopólios de comunicação, pois o lixamento para cima do cidadão é imenso, note o caso do Neymar, por exemplo.

Essa situação envolvendo a torcida organizada é mais uma de várias que estão acontecendo com outros clubes do Brasil. É claro que essa relacionada à torcida do fluminense tem um modo bem mais ditatorial e inclusive inconstitucional, imagina o torcedor ter que ficar cinco quilômetros longe do estádio em dia de jogo, é um absurdo completo, A medida estaria impedindo, de antemão, pessoas de frequentar determinados lugares como se fosse a época da segregação racial nos EUA, um ataque direto ao direito de ir e vir de todo cidadão.

Aqui também fica nossa crítica ao governo que assinou a Lei Geral do Esporte que entrou em vigor no início do ano, sancionada pelo atual presidente Lula. A lei 14597/2023, prevê banimento de torcidas por cinco anos. Portanto, ela abre a brecha para que qualquer juiz se utilize da lei para punir torcedores e torcida organizada quando lhes derem na telha. Ou seja, a LGE é uma verdadeira ditadura contra o futebol brasileiro. 

Gostou do artigo? Faça uma doação!


Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.