Antônio Vicente Pietroforte

Professor Titular da USP (Universidade de São Paulo). Possui graduação em Letras pela Universidade de São Paulo (1989), mestrado em Linguística pela Universidade de São Paulo (1997) e doutorado em Linguística pela Universidade de São Paulo (2001).

Língua portuguesa

O grau, os prefixos e os sufixos dos substantivos

A formação das palavras: o substantivo

Quando estudamos os substantivos, os professores ensinam que eles possuem gênero, número e grau, com o grau podendo ser aumentativo ou diminutivo; entretanto, o grau comporta-se, em termos linguísticos, diferentemente. Todo substantivo, em língua portuguesa, é necessariamente formado por gênero e número, o grau, porém, pode não ocorrer na palavra; nos substantivos “livros” e “mesa”, por exemplo, há gênero e número, mas não há grau. O grau não classifica morfologicamente os substantivos feito o gênero e o número, pois ele funciona enquanto sufixo, isto é, um morfema articulado após o radical da palavra, com o grau aumentativo sendo geralmente formado pelo sufixo “-ão” e, o diminutivo, pelo sufixo “-inho”.

Além do “-ão” e do “-inho”, há outros sufixos para marcar o grau. No caso do aumentativo há, por exemplo, “cabeça-cabeçorra”, “dente-dentuço”, “membro-membrudo”, “pancada-pancadona” e, para o diminutivo, há “chuva-chuvisco”, “mala-maleta” e “nodo-nódulo”. Além do sufixo, o grau pode ser marcado na chamada forma analítica, quando são colocados os adjetivos “grande” ou “pequeno” após o substantivo, feito em “cabeça grande” e “cabeça pequena”.

Ademais, o sentido dos substantivos pode ser modificado com o uso de outros sufixos ou prefixos, isto é, por morfemas articulados ao radical da palavra, seja depois deles, no caso dos sufixos, conforme dito logo no início, seja antes, no caso dos prefixos. Vocábulos tais quais “desrespeito” ou “reforma” são formadas, respectivamente, pelos prefixos “des-” e “re-”, e palavras tais quais “lealdade” e laranjal” são formadas, respectivamente, por sufixos “-dade” e “-al”. Esse tipo de formação de palavras chama-se derivação.

Os prefixos podem ser de origem latina ou grega. São de origem latina, por exemplo, o prefixo “ante-” de “antebraço”, o “entre-” de “entrelinha”, o “pro-” de “progresso” e o “sobre-” de “sobrecarga”; são de origem grega, por exemplo, o “an-” de “anarquia”, o “anfi-” de “anfiteatro”, o “epi-” de “epiderme” e o “pró-” de “prólogo”. Os sufixos podem ser verbais, adverbiais ou nominais, dependendo da classe de palavras formada por eles. Porque se trata dos substantivos na coluna de hoje, restringimo-nos, por enquanto, apenas aos sufixos nominais, os quais, ao lado do grau, são estes, entre vários outros:

              (1) “-ada” para indicar coletivo, feito em “boiada” e “meninada”;

              (2) “-aria” para indicar ramo de negócios feito em “livraria” e “drogaria”;

              (3) “-ário” ou “-eiro” para indicar profissão feito em “secretário” e “carpinteiro”;

              (4) “-ite” para indicar inflamação feito em “faringite” ou “gastrite”.

Um substantivo pode ser formado simultaneamente por prefixação e sufixação, tal qual a palavra “injustiça”, formada a partir do adjetivo “justo”, do prefixo “in-” e do sufixo “-iça”.

Evidentemente, a questão da formação das palavras é tópico bastante abrangente, merecendo ser tratado a parte; o que foi apresentado, no entanto, é suficiente para se compreender, pelo menos, a formação dos substantivos.

Artigo publicado, originalmente, em 13 de junho de 2023.

* A opinião dos colunistas não reflete, necessariamente, a opinião deste Diário

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.