Pela soberania nacional

Não precisamos dos EUA para proteger a Amazônia

Em conversa com Lula, o democrata Bernie Sanders defendeu necessidade de o Brasil se envolver com os EUA para proteger a Amazônia do desmatamento

Em sua viagem aos Estados Unidos, o presidente Lula se reuniu na última sexta-feira (10) com o senador Bernie Sanders, do Partido Democrata, para discutir a situação política geral, a luta contra a extrema-direita e para “fortalecer as democracias”. Um dos temas de destaque foi também a questão da Amazônia, onde o senador norte-americano defendeu a participação dos Estados Unidos para defender a floresta amazônica do desmatamento.

“O futuro da Amazônia vai determinar se salvamos ou não esse planeta, e os Estados Unidos tem que se envolver com o Brasil e com a Europa para fazer de tudo para acabar com o desmatamento e proteger essa floresta”, disse Bernie Sanders após a reunião com Lula. A discussão estava relacionada também com a participação dos Estados Unidos no Fundo Amazônia. A conversa com Sanders só evidencia o interesse norte-americano no território brasileiro em nas nossas riquezas, um interesse histórico do imperialismo.

É necessário deixar bem claro que o Brasil não precisa de nenhuma ajuda estrangeira para gerir a Amazônia ou qualquer coisa do tipo. Não precisamos nem de Estados Unidos, Europa ou qualquer outro país imperialista. A Amazônia é uma das maiores fontes de riquezas naturais do mundo e o interesse dos grandes capitalistas é se aproveitar de uma luta supostamente ambientalista para se apoderar de uma parte enorme do território nacional.

Lula não deve aceitar a pressão externa para ceder o território nacional ao imperialismo. No ano passado, durante a conferência climática da ONU, a COP 27, Lula havia declarado que o Brasil deveria cuidar da Amazônia mantendo a “liderança” e a soberania, ou seja, tendo o papel de destaque e definindo quais seriam os termos para qualquer preocupação ambiental com a floresta. Essa é a posição correta e que deve ser mantida. É também uma posição que indica a tendência de Lula à esquerda e de defender um governo nacionalista.

A tendência de levar adiante um governo anti-imperialista deve ser mantida por Lula e só será verdadeiramente possível com uma pressão das bases, pois os abutres imperialistas acompanham cada passo do governo de forma a tentar se infiltrar nele.

As reuniões com figuras norte-americanas devem reforçar que o governo não será subserviente aos interesses estrangeiros. Bernie Sanders é um típico esquerdista apoiado no círculo da pequena burguesia norte-americana, mas que mantém o interesse imperialista no que diz respeito à política internacional. Devemos rechaçar e alertar sobre a necessidade de defender o território nacional e nossa soberania.

Nada de Estados Unidos e nem Europa! O governo brasileiro deve impor os interesses nacionais em contraposição aos interesses ambientais, que só aparecem para dominar o nosso País.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.