IBGE

2,5 milhões de mulheres deixam empregos para cuidar da família

Pesquisa do IBGE reforça o problema enfrentado pelas mulheres, que em meio à severa decadência do sistema econômico, tornam-se mais embrutecidas pela crise

Em vez de ter trabalho remunerado para garantir sua emancipação, as mulheres tiveram que ficar em casa para cuidar dos outros. É o que diz a pesquisa divulgada no dia 6 último pelo IBGE.

Os números divulgados revelam ainda que uma em cada 5 jovens entre 15 a 29 anos não estudavam e nem trabalhavam em 2022. Conforme a mesma pesquisa, 4,7 milhões de jovens não procuram o emprego e nem gostariam de trabalhar, dos quais 2 milhões eram mulheres cuidando de parentes e de afazeres domésticos. O IBGE indica ainda que entre 10,9 milhões de jovens que não trabalham e nem estudam, 61,2% eram pobres e dentre esse contingente, 47,8% eram mulheres pretas ou pardas.

Segundo o órgão governamental, “(…)isso é uma medida rigorosa de vulnerabilidade juvenil, pois abrange aqueles que não estavam ganhando experiencia laboral nem qualificação, possivelmente comprometendo suas possibilidades ocupacionais futuras”.

Em comentário À pesquisa, o órgão esclarece que no ano passado, dos 4,7 milhões de jovens que não tomaram nenhuma providência para conseguir trabalho, os motivos mais alegados eram os cuidados de parentes e com os afazeres domésticos, apresentados por 2 milhões de mulheres, enquanto para os homens, o número cai para 420 mil, destacando-se motivos relacionados a problemas de saúde. “Ambos os sexos também abordam o estudo por conta própria como um dos motivos para não querer trabalhar”, conclui o IBGE.

A pesquisa reforça o problema histórico enfrentado pelas mulheres, que na etapa de decadência acentuada do sistema econômico, tendem a se embrutecer pelo regime com mais vigor devido à sua fragilidade na sociedade.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.