Antônio Carlos Silva

Professor de Matemática. Fundador do PCO, integra a sua Executiva Nacional. Atuou na fundação do Coletivo de Negros João Cândido. Liderou a criação e coordenação dos Comitês de Luta contra o golpe e pela liberdade de Lula. Secretário Sindical Nacional do PCO, coordena a Corrente Sindical Nacional Causa Operária, da CUT.

Por um plebiscito revogatório

Mobilizar nas ruas contra os banqueiros vampiros

Com os juros de 13,75%, banqueiros querem roubar R$2,56 trilhões do orçamento federal, nossos empregos e nossos salários

O Conselho de Política Monetária (Copom), dominado por serviçais dos banqueiros e comandado pelo presidente bolsonarista do Banco Central, Campos Neto, resolveu manter os absurdos juros de 13,75% ao ano, a maior taxa do Mundo, contra a vontade de 99,99% do povo brasileiro.

Estão agindo claramente para sabotar qualquer possibilidade de retomada da economia. Grandes empresas como as montadoras estão colocando milhares de trabalhadores de férias coletivas, com claras ameaças de demissões. Mais de 70% da população está endividada e com esses juros, está previsto que os bancos tomem para si mais de R$2,56 trilhões, apenas do orçamento federal, cerca de 50% de todos os impostos pagos pelo povo trabalhador, que não tem como sonegar ou ter suas dívidas perdoadas como fazer os grandes tubarões capitalistas.

Com o dinheiro expropriado pelos banqueiros seria possível, por exemplo, aumentar em 5 vezes a pensão dos 37 milhões de  aposentados e pensionistas; dobrar o valor do salário mínimo e investir em melhorias essenciais na Saúde, Educação, Moradias etc., gerando milhões de novos empregos com carteira assinada.

Mas os banqueiros vampiros, junto com outros sanguessugas como os especuladores que tomaram conta das ações da Petrobrás, Eletrobrás etc. só querem saber de sugar toda a riqueza nacional e deixar dezenas de milhões de brasileiros passando fome, desempregados etc. 

O próprio presidente Lula vem atacando o crime dos banqueiros e de seus moleques de recado instalados no Banco Central e defendendo a necessidade de conter essa política criminosa.

Discursos no Congresso e atos simbólicos não vão conter a fúria desses sanguessugas.

É preciso enfrentar essa ação com uma grande mobilização operária e popular.

A CUT,  os Sindicatos, os partidos de esquerda, os movimentos de luta dos trabalhadores e da juventude, precisam esclarecer para todo o povo, que sofre as consequências dessa política, que o caminho é sair às ruas contra essa roubalheira.

É preciso convocar Plenárias abertas e assembléias operárias e populares e deliberar, imediatamente, uma grande mobilização, realizar uma ampla campanha, com cartazes, panfletos etc. Agitar nas fábricas, bairros operários, ocupações, escolas e universidades para trazer milhões para as ruas contra o roubo de todo um povo por um punhado de parasitas.

Para mobilizar a CUT, o PT e toda esquerda – parte significativa dela vai estar reunida na III Conferência Nacional de Lutas, de 9 a 11 de junho, na Quadra dos Bancário em São Paulo – precisam considerar seriamente a proposta de convocar um plebiscito nacional para que o povo brasileiro possa decidir sobre questões fundamentais, tais como: o fim da “autonomia” do Banco Central (totalmente dependente dos banqueiros); o cancelamento de privatizações lesam o povo brasileiro como da Eletrobrás e das refinarias da Petrobrás; a famigerada “reforma” do ensino médio etc.

Um plebiscito sobre a revogação de medidas de ataque ao povo brasileiro e à economia nacional adotadas pelo regime golpista imposto ao País, desde 2016, para fazer valer a soberania nacional, a vontade do povo, contra um reduzido grupo de abutres que levaram ao País à beira do abismo e querem continuar empurrando-o em direção ao precipício.

Uma proposta que permitira mobilizar milhões e não deixar o povo na expectativa de que o Congresso Nacional dominado pela direita golpista, continue a tentar chantagear o governo eleito pelos trabalhadores.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.