Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Tição, programa de preto

Acompanhe o último Tição: Militantes vão às ruas contra chacinas

Acompanhe o debate realizado no programa do Coletivo João Cândido da última semana

Na última quarta-feira (23), o Tição, programa de preto, tratou das mobilizações contra as Polícias Militares, que promoveram chacinas em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. As operações deixaram pelo menos 50 pessoas mortas e centenas de pessoas presas. Na capital paulista, no domingo do dia 20, a mobilização denunciou a ação assassina do estado, bem como, levantou a palavra de ordem democrática de “Fim de todas as Polícias do País”. O programa criticou as pautas levantadas pelas organizações, que dirigiram as mobilizações da última quarta-feira, como desmilitarização, proibição da operações pelo judiciário e implantação de câmera nos uniformes, uma vez que são medidas que não resolvem o problema.

No bloco sobre história dessa semana, o Tição destacou o aniversário de 141 anos de morte do abolicionista, advogado e escritor Luiz Gama, uma das mais importantes personalidades forjada na luta histórica do povo brasileiro. Já no bloco sobre política, o programa analisou a demagogia crescente em relação aos negros promovida pela burguesia. Como forma de impulsionar a política identitária e pressionar o presidente Lula a indicar uma mulher negra para o cargo de ministro no Supremo Tribunal Federal, com base numa pesquisa encomendada pela Fundação Lemann, a imprensa procurou afirmar que o negro seria menos corrupto ocupando cargos eletivos.

Na polêmica da semana, no caso da votação do STF que reconheceu que ofensas contra o setor LGBTQIA+ como injuria racial, destacou-se o único e correto voto contrário, do ministro Cristiano Zanin. Essa equiparação, além de ser uma extrapolação da competência da Suprema Corte do Judiciário, se trata na realidade de mais uma medida para fortalecer o aparato de repressão estatal. O voto do ministro Zanin teve a importância de chamar a atenção para as arbitrariedades que os ministros do STF estão cometendo desde o Mensalão.

Ainda foram apresentadas notícias da semana e também conteúdo de política internacional. O programa Tição, uma iniciativa do Coletivo de Negros do Partido da Causa Operária, o João Cândido, vai ao ar todas as quintas-feiras, às 18 horas no canal da Causa Operária TV, no YouTube.

Para conferir como foi a última exibição do programa, clique no link abaixo:

Militantes vão às ruas contra chacinas - Tição, Programa de Preto nº 204 - 24/08/23

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.