Cortes

Mais uma leva de demissões da Globo; agora, de comentaristas

Mais uma lista de profissionais demitidos foi anunciada nesta quinta-feira (13), pela Rede Globo. São 19 que se somam aos 22 demitidos da semana passada no jornalismo

Mais uma lista de profissionais demitidos foi anunciada nesta quinta-feira (13), pela Rede Globo. São 19 que se somam aos 22 demitidos da semana passada no jornalismo. Há nomes que estavam há mais de 20 anos na emissora. Veja a lista abaixo.

Entre eles está o comentarista esportivo do Sport TV, Maurício Noruega , de 55 anos, dos quais 21 trabalhou na Rede Globo. Noriega enviou um e-mail de despedida aos colegas em que citou os nomes de dezenas com quem trabalhou, entre jornalistas e técnicos. Ao final agradeceu “os quase 21 anos de trajetória no SporTV, canal que me deu a oportunidade de realizar tantos projetos e viver experiências incríveis, fundamentais para me tornar o profissional que hoje sou”.  O jornalista de 55 anos é filho do narrador Luiz Noriega (1930-2012).

Outro nome conhecido do público demitido é o repórter Regis Rösing, de 57, anos que trabalhava na emissora desde 1990. Ele começou a carreira na RBS, afiliada da Globo no Rio Grande do Sul.

A eterna rainha do basquete, Hortência também entrou na lista de cortes na área esportiva da Rede Globo.

Num comunicado à imprensa, a emissora “justificou” os motivos das dispensas.

A Globo, assim como as demais empresas de referência do mercado, tem um compromisso permanente com a busca de eficiência e evolução, mas lamenta quando se despede de profissionais que ajudaram a escrever e a contar a sua história. Isso, no entanto, faz parte da dinâmica de qualquer empresa. Os resultados da Globo refletem a boa performance do conjunto das suas operações e uma constante avaliação do cenário econômico do país e dos negócios. Como parte do processo de transformação pela qual vem passando nos últimos anos e alinhada à sua estratégia, a empresa mantém a disciplina de custos e investimentos em iniciativas importantes de crescimento”.

Veja a lista dos demitidos

Daniel Lessa – chefe de reportagem da TV
Vicente Seda – repórter do GE
Maurício Noriega – comentarista do SporTV
Jayme Júnior – narrador do SporTV
Julia García – editoria e-Sports
Thiago Corrêa – editoria e-Sports
Regis Rosing – repórter da TV Globo
Leandro – chefe dos repórteres cinematográficos
Gustavo Gomes – chefe do Globoplay Esporte
Carlão do Vôlei – comentarista
Hortencia – Rainha do Basquete e comentarista
Beth Zanini
Gustavo Ferro
Claudio Rabha

Fonte: CUT

*Os artigos aqui reproduzidos não expressam necessariamente a opinião deste Diário

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.