Enquanto “Israel” tortura

Liberta israelense: foram muito amigáveis e dividiam a comida

Uma das duas reféns libertas ontem pelo Hamas concedeu uma coletiva de imprensa e descreveu como foram suas 2 semanas dentro da Faixa de Gaza

Ontem o Hamas libertou duas senhoras de idade em um acordo com o governo do Catar, sem apoio nenhum dos EUA e do governo de “Israel”. Uma das libertadas concedeu uma coletiva de imprensa e descreveu como tudo aconteceu:

“Eu fui para o inferno e voltei, nunca passei por isso na minha vida. Nos sequestraram no Kibbtuz, chegaram de moto, nos agrediram e roubaram nossas joias, e aí nos levaram para o túnel. Quando chegamos falaram que acreditam no Corão e não fariam nada de ruim conosco. Andamos pelos túneis e chegamos em um espaço onde 20 pessoas estavam juntas. Nos separaram, havia um médico lá e outro médico vinha de 3 em 3 dias, as enfermeiras cuidavam de nós com os remédios que tomamos todos os dias em casa. Nós davam tudo que precisávamos e tinham medo que doenças pudessem se espalhar. Foram muito amigáveis e dividiam a comida conosco.”

A imprensa burguesa toda destacou a primeira declaração, contudo ignora que o Hamas está se esforçando para libertar uma parte dos reféns que não são militares. Enquanto “Isral” já sequestrou mais de 5mil palestinos desde o início do atual confronto. Ontem também um dos sequestrados pelos nazistas israelenses foi torturado e assassinado dentro de um presídio. O Hamas até o momento não matou nenhum refém. 

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.