Privatização

Lemann quer lucros rápidos com Eletrobrás

Capitalistas abocanham um dos principais patrimônios da classe operária brasileira

De acordo com fonte ouvida pela Sputinik. O governo Lula está brigando com Congresso e setores privados. Na última sexta-feira (5), a Advocacia Geral da União (AGU) protocolou no STF uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) questionando as regras impostas no Processo.O governo tem 43% das ações e apenas 10% dos votos. Com isso, é possível cercear o governo, caso queira participar nessa empresa.
Há uma cláusula que também dificulta a aquisição de ações por parte do governo, triplicando o valor das ações, no caso de o governo tentar reassumir o controle.
De acordo com a fonte, “O grupo econômico de Lemann representa os grandes rentistas que não têm interesse no desenvolvimento do país, mas sim de auferir grandes dividentos de lucros rápidos da Eletrobrás”.

A Eletrobrás é uma empresa de economia mista e de interesse estratégico para o Brasil, pois com ela se pode fornecer energia a custos mais baixos e assim desenvolver o País.

Luiz Inácio Lula da Silva, mais conhecido como Lula, é um político e ex-presidente do Brasil. Nascido em Garanhuns, Pernambuco, em 1945, ele é considerado um dos líderes mais influentes do mundo. Lula governou o país por dois mandatos, entre 2003 e 2010.

O Supremo Tribunal Federal é a instância máxima do Poder Judiciário brasileiro, sendo responsável por garantir a defesa da Constituição Federal e dos direitos fundamentais, além de atuar como guardião da ordem constitucional.

Em junho de 2022, o ministro Alexandre de Moraes, à época presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, por meio do Inquérito das Fake News, a derrubada de todas as contas nas redes sociais do Partido da Causa Operária (PCO). Um ato de censura que representou a escalada do regime brasileiro rumo a uma verdadeira ditadura.

É importante ressaltar que a destituição de juízes e procuradores e suas eleições pelo voto popular não significa uma interferência indevida na justiça ou na independência dos poderes. Pelo contrário, é uma forma de ampliar a democracia e garantir que a justiça esteja a serviço do povo e não de interesses particulares. Com uma justiça mais transparente e responsável, será possível avançar em uma reforma do judiciário que atenda às necessidades e demandas da sociedade.

Para mais informações sobre esse assunto, assista ao programa Esquenta da Análise Política da Semana: https://www.youtube.com/watch?v=srdnMuvwfmY

Gostou do artigo? Faça uma doação!


Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.