Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Damasco está sem auxílio

Governo sírio denuncia: imperialismo só “ajuda” áreas rebeldes

Muitos países oferecem sua ajuda a Ancara, mas poucos fazem o mesmo a Damasco.


  • Sputnik News Brasil

Os países ocidentais não estão fornecendo a ajuda necessária ao governo sírio, que está lidando com as consequências do terremoto devastador, e estão preocupados apenas com a Turquia ou áreas da Síria controladas por grupos terroristas ou de oposição, disse a assessora especial da presidência da Síria, Bouthaina Shaaban.
“Infelizmente, o Ocidente só se preocupa com as áreas onde estão os terroristas, mas não se importa com as áreas onde vive a maioria da população síria. […] A maior parte do dinheiro e todo o material foram enviados da Europa e dos EUA para a Turquia. Nada foi enviado da Europa para a Síria”, disse Shaaban a repórteres.
No início da semana, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho disse à Sputnik que as sanções contra a Síria elevam os preços de tudo e desaceleram as operações humanitárias.
No entanto, Washington e a União Europeia (UE) se recusaram a suspender as restrições e fornecer ajuda humanitária a Damasco. Apesar disso, os principais países do Oriente Médio não seguem a linha ocidental nessa questão: Egito, Argélia, Tunísia, Iraque, Bahrein, Arábia Saudita, Omã, Catar e Emirados Árabes Unidos juntaram-se aos tradicionais aliados da Síria, Irã e Rússia, e prestaram assistência ou manifestaram vontade de o fazer.

Na segunda-feira (6), no sudeste da Turquia, assim como no noroeste da Síria, ocorreram vários tremores devastadores que causaram a morte de milhares de pessoas. Um tremor de magnitude 7,8 ocorreu às 04h17 hora local (22h17, no horário do dia anterior em Brasília) ainda na segunda-feira perto da cidade turca de Gaziantep. Um segundo terremoto de magnitude 7,7 ocorreu menos de 12 horas depois. O epicentro do terremoto foi localizado no distrito de Pazarcik, na província turca de Kahramanmaras.
O terremoto afetou as províncias sírias de Aleppo, Latákia, Hama e Tartus, deixando dezenas de mortos e milhares de feridos. Muitos países oferecem sua ajuda a Ancara, mas poucos fazem o mesmo a Damasco.

* A matéria não expressa necessariamente a opinião desse jornal

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.