Pará

Governo direitista quer cooptar jovens com ensino ambiental

Helder Barbalho declarou que, nas escolas estaduais, a "educação ambiental" passará a ser obrigatória

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou no Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de dezembro, que a educação ambiental será componente obrigatório nas escolas da rede estadual de ensino. O pronunciamento foi feito em evento na cidade de Belém e contou com a participação do ministro da Educação, Camilo Santana.

Segundo o governo, a ferramenta para desenvolvimento de práticas ambientais será implementada em 100% das escolas estaduais. A estimativa é de que o mecanismo alcance 1,5 milhão de estudantes.

“Hoje, nós damos um passo muito importante quando temos a ousadia de fazer com que a educação ambiental passe a ser destaque na referência pedagógica do nosso Estado. Mas não queria falar somente sobre a educação ambiental, mas de um movimento. O dia de hoje, para mim, representa um dos passos mais importantes daquilo que estamos construindo. A COP 30 trará investimento, obras, turismo, serviços, fará com que nós possamos melhorar em muitas frentes, mas o principal legado que esse movimento vai trazer é que cada cidadão e cidadã possa, nesse período, se conscientizar de que nós temos responsabilidade com o meio ambiente”, afirmou o governador.

O governador paraense afirma que a medida serve para “impulsionar a transição ecológica” e “envolver os jovens nas discussões climáticas”. Longe disso, a “educação ambiental” serve para, na prática, infiltrar a política do imperialismo dentro das escolas secundaristas. Nesse sentido, Barbalho promove a política do imperialismo para os estudantes, algo importante principalmente pela proximidade do Pará com a Amazônia.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.