Uns acertam, outros erram

Glenn Greenwald acerta e faz toda a esquerda passar vergonha

A esquerda que faz coro com a burguesia

Nesse dia 16, segunda-feira, ficou patente que Glenn Greenwald é o novo alvo da esquerda pequeno-burguesa. Após posicionar-se contra a ditadura de Alexandre de Moraes, ministro do STF, diversos comentários negativos passaram a ser feitos contra o jornalista, incluindo uma matéria do Brasil 247, a qual chama Glenn de o novo “queridinho dos bolsonaristas”. 

Glenn postou no twitter: “Existe agora, ou já existiu, uma democracia moderna onde um único juiz exerce o poder que Alexandre de Moraes possui no Brasil? Não consigo pensar em nenhum exemplo sequer próximo”. 

Essa postagem mostra uma clareza politica em relação a deterioração do Estado burguês, referente ao entendimento que o levou a escrever o livro sobre as denuncias de Snowden sobre o estado norte-americano. Nesse sentido, Glenn, é um jornalista experiente. Foi um dos únicos, inclusive, que saiu em defesa de Monark, na situação em que o YouTuber era atacado pela direita e pela esquerda ao se mostrar favorável a uma ampla democracia que permitisse partidos de todos os escopos políticos. 

Esse, inclusive, é um dos pontos contra os quais a matéria do 247 ataca o jornalista “Além disso, Glenn também saiu em defesa de Monark com o argumento da “liberdade de expressão”, que ganhou destaque na mídia após fazer a defesa da legalização de partidos nazistas.”

Outro ponto, é a sua defesa dos setores ditos bolsonaristas que foram perseguidos por Alexandre de Moraes:

“A reação dos extremistas foi imediata: ‘Glenn Greenwald está levando ao mundo as informações sobre a onda de censura imposta no Brasil que derrubou Nikolas Ferreira, Bárbara. a Prof. Paula, José Medeiros e outros’, elogiou uma extremista”.

Em seu programa no Rumble, plataforma de videos alternativa ao YouTube, ele diz que o Brasil vive em um regime altamente censurador, iniciado no governo Bolsonaro, e mantido agora, cuja face da censura é o poderoso ministro do STF, Alexandre de Moraes. Ele cita o banimento de figuras politicas e jornalistas da internet e a prisão de alguns deles. Nesse sentido, é possível citar o próprio PCO. Alexandre de Moraes também foi responsável pela invasão de diversas casas de supostos apoiadores de um golpe de Estado. 

É interessante salientar que as ordens judiciais do inquérito das fake news eram protegidas por lei, mesmo dos advogados dos réus do inquérito. Algumas das redes sociais envolvidas nesses processos sequer tinham escritório no Brasil, como o Rumble. Facebook, Telegram, Tiktok, Twitter e Youtube também foram envolvidos nesses processos mesmo não sendo empresas brasileiras. Tudo isso, em um esforço do STF no sentido de reduzir a liberdade de expressão do povo brasileiro. 

Apesar de essas redes sociais serem disponíveis para uso no Brasil, elas não são Brasileiras. E não estão sob a jurisdição desse pais. Mesmo assim, Alexandre de Moraes se faz de grande autocrata ao obrigar todas elas a bloquearem o acesso as contas dos perseguidos políticos brasileiros. 

De fato, Glen acertou na época do Snowden e acerta agora novamente. Diferente da esquerda pequeno-burguesa, ele perdeu parte de suas ilusões no dito “Estado democrático de direito”. Na realidade, o governo sob o qual vivemos é o governo da burguesia. Uma ditadura de classe que tende a recrudescer conforme a crise do capital aumenta. 

É essa a situação vivida no país hoje. A polarização politica e a radicalização das partes é uma mostra que o centro já não dá conta dos problemas candentes. É preciso um setor cada vez mais repressivo da burguesia para conter a tendencia antissistema da população.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.