Aliados ou sabotadores?

Frente ampla e os amigos da onça de Lula

Simone Tebet vai à imprensa golpista para contradizer Lula e atacar a Venezuela

Muito se debateu na esquerda sobre a necessidade de uma frente ampla, ou seja, se Lula deveria incorporar, primeiro na coligação, depois no governo, os elementos da direita tradicional.

Antes de mais nada, direita tradicional é a direita pró-imperialista, a direita apresentada como “civilizada”, mas que não passa de um direita raivosa, mas enrustida. Em suma, os responsáveis pela desgraça que vive o País atualmente.

Independentemente da função eleitoral que diziam ter a frente ampla, o que já era um enorme erro, já que popular é Lula, não a direita, há a ideia de que esses elementos devem estar no governo. Que essa direita seria aliada contra os bolsonaristas. Será mesmo?

Até agora, tudo se mostrou o contrário. Lula sofre com uma oposição externa, liderada pelos bolsonaristas explícitos, e com uma oposição interna, liderada por essa direita “aliada”, que poderíamos chamar de bolsonarista enrustida.

Tudo que Lula faz ou fala de mais popular e progressista, lá está um ministro para falar o contrário. A bola da vez foi a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet (MDB), que foi chamada pela imprensa golpista para contradizer Lula. Para a Globonews, ela declarou que “um governo que não respeita os direitos fundamentais, o direito de liberdade de expressão, o direito do cidadão ir e vir e fazer as suas críticas não tem um governo democrático”. A declaração é uma resposta à defesa que Lula fez da Venezuela, afirmando que a “democracia é relativa”, explicando a seu modo que as acusações do imperialismo são caluniosas.

Enquanto Lula é atacado por defender o governo de Nicolás Maduro, um elemento de dentro do governo endossa o ataque. Para piorar, a declaração de tebet se dá no momento em que acontece a reunião do Foro de São Paulo, em Brasília, com a participação da Venezuela, Cuba e Nicarágua, regime que o imperialismo considera uma “ditadura”.

Enquanto Lula procura fortalecer um bloco cada vez mais independente do imperialismo norte-americano, seus supostos aliados sabotam essas iniciativas abertamente.

Recentemente, Flávio Dino, em uma palestra em Portugal teve a mesma atitude, afirmando que a “hegemonia asiática” é um “risco para a democracia”, indo totalmente contra a política de Lula de buscar uma aliança com China e Rússia, sendo atacado pelo imperialismo por conta disso.

Por fim, nem seria preciso lembrar de Marina Silva que, em nome do meio-ambiente, sabota abertamente o desenvolvimento nacional colocando IBAMA para impedir as pesquisas de prospecção de petróleo na Foz do Amazonas.

Para quem acha que essa direita é aliada, ficam aí mais algumas provas do contrário. São verdadeiros amigos da onça.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.