Ocupação da Faixa de Gaza

Exército de Israel enfrenta problemas contínuos durante a trégua

O Hamas e as forças de resistência palestinas já começam a mostrar mais claramente para o mundo que vencerão o exército nazista de Israel.

“Após 49 dias de combate, o Hamas provou que continua forte e no controle de Gaza”, noticiou a imprensa israelense na última sexta-feira. As Brigadas Al Qassam estão impondo extrema dificuldade ao exército israelense na Faixa de Gaza.

A trégua em Gaza foi, sem dúvida, uma vitória conquistada pelas forças de resistência palestina sobre o exército de Israel que precisou ceder para não ser dizimado pelos combatentes das forças de resistência na ocupação por via terrestre.

É preciso ressaltar que apesar da trégua, os nazistas israelenses continuam a ameaçar a população palestina, impedindo que milhares de moradores da parte centro e norte de Gaza, que foram obrigados a se deslocar para o Sul por conta dos intensos bombardeios israelitas, retornem para a área onde moram.

Para impedir que os palestinos voltem para o norte os israelenses vem distribuindo panfletos ameaçadores com avisos do tipo: “ A área norte da Faixa de Gaza é uma zona de guerra perigosa e é proibido mover se para lá” . No entanto, a própria imprensa israelense já assume que o exército israelense não será capaz de impedir essa movimentação, acrescentando ainda que o exército de Israel terá de lidar com o fato de que muito provavelmente, durante o período de trégua, o Hamas destruirá todo e qualquer assentamento que o exército invasor já tiver feito até agora.

Nesse sentido, declaração do general israelita Israel Ziv já ventila a possibilidade de que para além da derrota temporária dos israelenses que, aos olhos de todo o mundo, foram obrigados a ceder para o Hamas, tenha, Israel, que lidar com uma derrota total e definitiva:

“Se o Hamas conseguir impedir a continuação dos combates, então sairá oficialmente vitorioso”, declarou Ziv.

O canal de televisão israelense Kan noticiou ainda que as forças de ocupação de Israel enfrentam inúmeros e contínuos problemas e precisarão ser completamente reconstruídas e provavelmente retornarão da trégua com um número menor de soldados e a mesma imprensa israelense foi obrigada a assumir que “de um ponto de vista prático o exército israelense está perdendo.”

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.