Além do genocídio, o cárcere

Estado nazista de Israel prende mais 2 mil trabalhadores de Gaza

"De acordo com as estatísticas mais recentes, cerca de 2.000 dos trabalhadores (de Gaza) que chegaram à Cisjordânia foram detidos”

Além do genocídio na Faixa de Gaza, que já matou mais de 6.500 pessoas, “Israel” também está prendendo os palestinos em massa. Na Cisjordânia propriamente foram mais de mil. Contudo, hoje o portal Al Jazeera divulgou que pelo menos 2.000 palestinos de Gaza que estavam trabalhando dentro de Israel e fugiram para a Cisjordânia ocupada desde 7 de outubro foram detidos, afirma Shaher Saad, chefe da Federação Palestina dos Sindicatos. É importante lembrar que já no início do confronto 4mil palestinos de Gaza foram presos imediatamente. E além desses mais de mil que são nativos da Cisjordânia também foram presos.

Os Palestinos trabalhavam no território de “Israel” quando começou o confronto atual e se viram obrigados a fugir para a Cisjordânia dado que agora passar pelas proximidades de Gaza pode significar a morte certa pelas armas dos sionistas. Mas não há paz para a população de Gaza, os palestinos de lá foram diferenciados e presos arbitrariamente pelo Estado Nazista de Israel.

“No dia 7 de outubro, entre 9.000 e 9.500 trabalhadores palestinos estavam dentro de Israel. Desde aquele dia, 5.000 deles conseguiram chegar à Cisjordânia, através de várias cidades, vilas e aldeias”, disse Saad. “De acordo com as estatísticas mais recentes, cerca de 2.000 dos trabalhadores que chegaram à Cisjordânia foram detidos. E há pelo menos 1.000 trabalhadores cujo paradeiro é desconhecido para nós”, informou ele à Al Jazeera.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.