Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Imprensa partidária

Em evento especial, DCO comemora 7 mil edições

Celebração no CCBP reuniu mais de 50 pessoas para debate, enquanto diversos outros assistiram pela transmissão


O Diário Causa Operária chegou a sua 7.000ª edição e, para comemorar esta marca, no ano em que completa 20 de existência, o Centro Cultural Benjamin Péret sediou a celebração deste marco, contando com falas dos companheiros Rui Costa Pimenta, Mauro, Rafael Dantas e César.

Para entender a importância da imprensa partidária, é necessário entender que o DCO é o único jornal completo diário, fora a grande imprensa capitalista. Cada edição comporta quarenta matérias, como lembrou o companheiro Rui em sua fala, indo ao ar todos os dias, de domingo a domingo. A importância da promoção da imprensa partidária e do reconhecimento do seu valor é imprescindível para a militância revolucionária, sendo este um dos tópicos recorrentes na exposição dos companheiros e no debate com os mais de 50 presentes.

Um ponto destacado que captou a atenção dos presentes foi sobre o tamanho da imprensa ao redor do Partido da Causa Operária. Como mencionou Rui, “os setores que criticam o tamanho do PCO ou não têm noção do tamanho do trabalho da imprensa do Partido, ou, quando têm, não entendem a importância de um jornal”. A internet permitiu que, com o DCO, o jornal partidário fosse diário; não deixando um único dia passar. A dimensão pode ser vista, também, quando observado que além do jornal impresso e do diário online, há outras publicações que compõem a gama da imprensa do partido, como o Dossiê Causa Operária, a Revista Textos, além de outros órgãos como a Causa Operária TV e a Rádio Causa Operária. O DCO, inclusive, alcançava de 500 mil a 1 milhão de visualizações antes da censura do skinhead de toga — reduzindo para 250 a 500 mil, mas, ainda assim, mantendo sua grande relevância.

Outro momento de destaque do evento foi durante a fala do companheiro Rafael Dantas, que esteve presente na fundação do DCO há quase vinte anos. Em outubro de 2003, contou, estavam tendo revoltas na Bolívia a respeito da situação do gás, o que gerou convulsões internacionais e fez com que o partido precisasse se posicionar sobre os assuntos. Frente a essa necessidade, surgiu o Causa Operária Online, onde por meio de grandes esforços com a tecnologia da época, uma matéria era publicada por dia na internet — o que levava horas.

Vindo a se tornar o Diário Causa Operária, Rafael contou que “foi a partir do DCO que o JCO [jornal Causa Operária, tradicional impresso semanal do partido] se consolidou como um semanário, sendo publicado toda semana, religiosamente, há 15 anos”, sem haver uma semana, desde então, que não teve sua nova edição levada para as ruas.

Uma questão relacionada a imprensa revolucionária levantada foi a respeito da história do partido e do jornal, pois a tendência Causa Operária, que era uma das tendências pertencentes ao PT, foi expulsa do partido e marginalizada na CUT e outros sindicatos, mas o que sempre marcou foi a presença da imprensa revolucionária; do jornal com programa. O jornal Causa Operária veio antes, inclusive, da corrente Causa Operária.

“Toda a luta de um partido revolucionário é uma luta pelo programa e todas as conquistas de um partido revolucionário são conquistas do programa”

O evento aconteceu ao lado do Jacobinos Bar, no Centro Cultural Benjamin Péret, onde os presentes podiam adquirir diferentes opções de sanduíches, cachorro-quente e demais lanches, doces e bebidas.

No decorrer da atividade, o companheiro César levantou pontos sobre o funcionamento da imprensa na época da fundação do jornal Causa Operária e agora, porque, mesmo que as diretrizes da imprensa capitalista siga vindo de Washington por meio dos editoriais do New York Times, existem órgãos como Brasil 247, em que há uma certa independência. Na fundação do jornal, em 1980, não havia imprensa independente de esquerda, sendo todo o cenário tomado pela direita, onde a direita se curvava perante o medo da censura da ditadura militar.

Um momento que deixou todos os presentes comovidos foi quando os debatedores mostraram exemplares físicos da 1ª, 5ª, 9ª e 15ª edição do jornal Causa Operária — que está, atualmente, em sua 1.252ª edição. Cada um que estava à mesa contou suas histórias com o partido e a imprensa partidária, como foi o caso do companheiro Mauro, que destacou a importância do JCO sobre o “Fora Collor” e disse que se aproximou do partido nas primeiras edições do jornal Causa Operária, devido a sua alta coerência como ponto forte — o que permanece até os dias de hoje. Outro momento que o companheiro destacou foi quando um militante da Convergência Socialista, do PSTU, fazia greve de fome por ser um operário e estar se opondo a alguma política específica do sindicato e, ao invés de ajudá-lo, a Convergência jogou-no para a sarjeta, sendo defendido pelo PCO não por suas ideias, mas pelos princípios de que contra o patrão, deve-se estar ao lado do operário.

O companheiro Mauro conclui sua fala trazendo um debate a respeito do restante da esquerda brasileira, no qual ele compreende que ela é “pressionada pela nossa política, sendo influenciada em suas imprensas e jornais”. O tamanho, a dedicação militante e o contingente de redatores, editores e editores-chefe do jornal não são de qualquer partido de esquerda, mas de uma empresa capitalista. São quase 100 redatores trabalhando, semanalmente, para que haja uma entrega de 40 matérias por dia no DCO.

Foi importante o debate sobre a imprensa partidária, onde debateram as perspectivas dos dias de hoje para a imprensa de esquerda e o histórico do jornal Causa Operária, que surgiu em um movimento que estava totalmente na clandestinidade, devido à ditadura militar. Era proibido tanto ler, quanto produzir o jornal, reinando o medo sobre todos. Pode-se ver, a partir do evento, o tamanho e a importância para toda a classe operária as conquistas que o DCO vêm obtendo, como sua edição de número 7.000.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.