A partir de 2025

Dominada pelo identitarismo, USP só cobrará mulheres na Fuvest

Nem mesmo Machado de Assis entrou na lista

A partir da prova que será realizada em 2025, a Fuvest, que seleciona os ingressantes da USP, terá, pela primeira vez na história, uma lista de leitura obrigatória composta apenas por obras escritas por mulheres. Até mesmo Machado de Assis, o escritor mais importante da história brasileira, ficará de fora da lista.

“Essa é uma lista de ruptura”, afirmou Gustavo Monaco, diretor-executivo da Fuvest e membro do Conselho Universitário da USP. “Temos consciência de que haverá resistência, mesmo internamente na universidade, porque a lista de leitura obrigatória sempre seguiu a linha, justificável, de exigir a leitura dos cânones”, disse.

Os vestibulares, por si só, servem para impedir o acesso dos jovens, principalmente da classe trabalhadora, às universidades. Nesse sentido, não deveriam nem mesmo existir. Agora, deixar de fora nomes importantíssimos da literatura nacional pelo fato de eles não serem mulheres é afastar a juventude da cultura brasileira, visto que essas listas impactam diretamente o currículo nas escolas. Não é porque determinada escritora é boa que é preciso retirar Machado de Assis, por exemplo, da vida escolar dos estudantes.

E mais: é uma atualização demagógica por parte da universidade que finge defender a mulher. Fato é que isso em nada muda na situação da mulher brasileira, algo que só pode ser feito de maneira concreta por meio de uma luta que deve emancipar a mulher econômica e politicamente.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.