Djokovic e vacinas

Djokovic tem permissão para jogar e vence Aberto da Austrália

Um ano após ser deportado, Djokovic retorna à Austrália, vence e prova demagogia em nome da "ciência"

djokovic

Nos últimos anos, o tenista Novak Djokovic e sua família vêm sendo alvo de uma perseguição tanto por parte da imprensa burguesa, quanto de seus governos. O jogador foi criticado e até impedido de jogar torneios por afirmar que não pretendia se vacinar, tendo a “ciência” sido usada como uma arma contra si, enquanto seu pai, que defendeu o filho nos casos anterior, pode ser banido dos torneios por defender a Rússia em detrimento do regime de Kiev.

O “crime” cometido por Djokovic, no entanto, não foi de grave ameaça à saúde pública, como quiseram retratar, mas de opinião. É válido lembrar que o atleta sérvio havia sido permitido a entrar na Austrália no ano passado, por ser considerado uma pessoa com alta imunidade segundo testes das próprias autoridades australianas, mas que após maciça campanha da imprensa e da “nova esquerda”, o governo mudou sua postura em relação a Djokovic e ordenaram sua deportação, já que passou a ser considerado uma ameaça sanitária.

Enquanto o nome da ciência segue sendo utilizado como pretexto para opressões e aumento da repressão das potências imperialistas sob as vozes dissonantes, marca-se que nos últimos três anos os casos de infecção e contaminação por parte do Coronavírus-19 seguiram em alta, mostrando a incompetência e falta de interesse dos capitalistas em salvar vidas, sendo o lucro em cima da tragédia o único objeto de sua ganância.

O sérvio Djokovic, que segue em alta mesmo com todas as tentativas de sabotagem política, venceu o último torneio que disputou na Austrália, mas vale lembrar que o embaixador ucraniano representando a ditadura de Zelensky exigiu que o pai do jogador sequer pudesse ver o filho jogar, pois ele representava um apoio irrestrito à Rússia – porque, segundo relatos, ele apareceu em uma foto ao lado de um torcedor com uma bandeira cuja estampa era o rosto do presidente russo Vladimir Putin.

Essa questão vem à tona, porém, na mesma semana que Bill Gates, bilionário e um dos maiores financiadores das vacinas ao longo do mundo, apareceu na imprensa afirmando que as vacinas precisam corrigir alguns erros, como, por exemplo, o combate à contaminação. Segundo o financiador da BioNTech, que desenvolveu a tecnologia de mRNA para as vacinas Pfizer, eles precisam “resolver três problemas nas vacinas (de COVID-19). As vacinas atuais não estão bloqueando as infecções, elas não são amplas. Então, quando surgem novas variantes, você perde a proteção, fazendo com que elas tenham curta duração, particularmente nas pessoas que mais importam: os de mais idade.”

A constatação de Bill Gates, assim como as punições a Djokovic e seu pai, revelam o caráter repressivo que o imperialismo possui e a tendência negativa da “nova esquerda” a acompanhar os capitalistas, quando não se submetem totalmente ao imperialismo – como é o caso de Boric ou Petro, respectivamente, no Chile e na Colômbia, e Sônia Guajajara ou Guilherme Boulos, no Brasil. O crime de opinião tem se tornado uma arma que o imperialismo cada vez mais utiliza contra os povos oprimidos, com respaldo moral daqueles que deveriam se posicionar não ao lado dos capitalistas, mas da classe trabalhadora.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.