Venha defender a Revolução!

Dia 30: Domingo Cultural contra o Bloqueio a Cuba

Com presença confirmada do Cônsul de Cuba, Pedro Monzón, o Partido da Causa Operária organiza mais um importante evento de luta para defender a Revolução Cubana e o povo cubano

O Partido da Causa Operária, em parceria com o Consulado de Cuba, a Associação José Martí da Baixada Santista, o Coletivo de Jornalistas Amigos de Cuba e o Comitê Carioca de Solidariedade a Cuba, estão organizando uma atividade de importância gigantesca para a luta da classe operária latino-americana e mundial. Trata-se do “Domingo Cultural Contra o Bloqueio”, que ocorrerá no Centro Cultural Benjamin Péret, em São Paulo, no dia 30 de abril, a partir das 11 horas da manhã.

O evento é parte de uma série de outras atividades, realizadas a pedido do próprio Consulado Cubano, que irão relembrar, denunciar e protestar contra o bloqueio imposto pelo imperialismo norte-americano contra Cuba. É fundamental debater e esclarecer para a população que o bloqueio não é uma política que atinge o governo cubano diretamente. O bloqueio, imposto pelo imperialismo norte-americano em 1960 e ativo até hoje, impede Cuba de comercializar com os outros países do mundo, e atinge primeiramente a população cubana. É o povo que fica sem remédios, sem roupas, sem alimentos e outros itens básicos para a sobrevivência.

O imperialismo leva adiante a política do bloqueio e de sanções econômicas de tipos diversos contra muitos países do mundo (Irã, Rússia, Venezuela, etc.). No entanto, Cuba, por ser um país pequeno, pobre e sem muita disponibilidade de recursos, sofre de forma muito intensa com esse bloqueio. A grande dificuldade de produzir em território cubano leva o país a estar dependente de produtos que venham de suas importações a todo momento. 

O evento começará às 10 da manhã com o debate “A importância do assalto ao quartel de La Moncada para a revolução cubana”. 

Além disso, nessa palestra estará presente o Cônsul de Cuba em São Paulo, Pedro Monzón, que irá compartilhar seus pontos de vista sobre a importância da luta contra o bloqueio. Essa é uma oportunidade única de ouvir diretamente de um representante do governo cubano sobre a realidade atual em Cuba e sobre como os cubanos estão enfrentando os desafios impostos pelo bloqueio econômico. A presença do cônsul Pedro Monzón também será uma oportunidade para que os participantes possam fazer perguntas e esclarecer dúvidas diretamente com uma autoridade do governo cubano.  

Além do Cônsul, também participarão do debate, Lina Noronha, da Associação José Martí da Baixada Santista; Vitor Ribeiro, do Coletivo de Jornalistas Amigos de Cuba; e Carmen Diniz, do Comitê Carioca de Solidariedade a Cuba. Representando o PCO nesta mesa estará o companheiro Antonio Carlos Silva, militante de décadas do Partido e membro de sua direção nacional. 

Às 13h30 será servido o almoço, sendo um momento para os participantes descontraírem e socializarem com os companheiros presentes no evento. Lembrando que a entrada é gratuita, mas o almoço é por conta dos participantes. 

Após o almoço, às 15 horas, Rui Costa Pimenta, presidente nacional do PCO, irá apresentar uma palestra com o tema “A revolução cubana”. Será uma exposição da história da Revolução que derrotou o regime ditatorial apoiado pelo imperialismo de Fulgencio Batista, e como esse evento mudou a história de Cuba, do continente latino-americano e de todo o planeta. 

Logo após, haverá um momento de descontração com apresentação musical de Beatriz Melodia, militante do PCO e cantora, acompanhada ao piano por Francisco Muniz, também militante do Partido. Os companheiros prometem fazer uma apresentação de grande qualidade, tocando música brasileira de qualidade para a apreciação de todos.

Para finalizar, haverá a pré-estreia do documentário “A Gota d’água”, a ser apresentado pela primeira vez neste evento. A exibição do filme está sendo organizada pelo Comitê Carioca de Solidariedade a Cuba. 

Todos estão convidados a participarem deste evento histórico em São Paulo. Ele ocorrerá no Centro Cultural Benjamin Péret, localizado na Rua Conselheiro Crispiniano, 73, a poucos minutos de distância da estação Anhangabaú do Metrô. É uma oportunidade para prestigiar a luta do povo cubano e para conhecer pessoas que apoiam também esta causa e estão dispostos a lutar por ela. No dia seguinte, os participantes se juntarão ao bloco do Partido da Causa Operária no Primeiro de Maio de São Paulo, com presença confirmada do presidente Lula e que ocorrerá no Vale do Anhangabaú. 

As atividades ocorrem no mesmo momento em que o PCO envia uma delegação a Cuba para participar do evento de Primeiro de Maio na ilha. Trata-se de mais um episódio de uma importante parceria entre o PCO e o governo cubano, representante de uma vitoriosa revolução, que merece todo apoio e defesa por parte da esquerda e da classe operária internacional. 

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.