Entrevista com membro do PCO

Debates sobre Hamas, uma atividade de profunda discussão política

O Diário Causa Operária entrevistou Uriel Roitman, dirigente nacional do Partido da Causa Operária, para conversar sobre os debates que o Partido está organizando

O Partido da Causa Operária (PCO) está em plena campanha em defesa da Palestina. Ao lado dos Comitês de Luta, já produziu centenas de milhares de panfletos, cartazes, adesivos e outros materiais impressos em defesa da luta do povo palestino. Ao mesmo tempo, e como não poderia faltar, produziu camisetas, bandeiras e botons em defesa do Hamas, tomando as ruas com a maior campanha em toda a esquerda brasileira.

Parte essencial da atividade da organização trotskista é a discussão política. Mensalmente, o PCO está realizando debates que, desde que a crise na Palestina se intensificou, traz temas relativos à luta do povo palestino. Agora, por exemplo, o Partido está realizando uma série de debates com o tema Hamas: o que é, de onde surgiu e por que defendê-lo.

Para discutir a organização dessa atividade, este Diário conversou com Uriel Schramm Roitman, dirigente nacional do PCO e um dos responsáveis pelos debates. Confira, abaixo, a entrevista na íntegra:

Diário Causa Operária: Qual a importância do tema dessa leva de debates?

Uriel Roitman: Desde que começamos a nossa campanha em defesa da palestina e, consequentemente, em defesa da ação heroica do Hamas, setores da esquerda pequeno-burguesa iniciaram uma campanha contrária, tentando nos isolar dos atos por conta da nossa luta em prol do Movimento de Resistência Islâmica [Hamas, na sigla em árabe].

Felizmente, conseguimos superar esse tipo de sabotagem e estamos fazendo uma campanha vitoriosa em todo o País. Mesmo assim, é preciso explicar o problema do Hamas e discuti-lo da maneira mais ampla possível. Por isso o tema, para discutirmos com aqueles que querem lutar por que defender a Palestina é, necessariamente, defender o Hamas. Para isso, vamos mostrar como o partido palestino é profundamente ligado ao povo, discutindo suas origens e caracterizando o que é, de fato, o Hamas.

DCO: Quais são os debates que já estão confirmados?

UR: Hoje mesmo vamos realizar um debate aqui em São Paulo! Será às 16h, no Centro Cultural Benjamin Péret, na República, Rua Crispiniano 73. Além disso, hoje, também faremos debates em Brasília, Florianópolis, Paraíba e mais.

No total, são os seguintes locais:

Piracicaba, Marília, Araraquara, Embu Das Artes, Campinas, Rio De Janeiro, Volta Redonda, Uberlândia, Grão Mogol, Belo Horizonte, Brasília, João Pessoa, Marabá, Olinda, Recife, Fortaleza, Paulista, Teresina, Juazeiro Do Norte, Natal, Lages, Joinvile, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis e São Paulo.

Por fim, faremos um debate em inglês, com nossa célula Internacional, que será virtual. Para participar de qualquer um debate e/ou organizar um debate em sua cidade, basta entrar em contato com o número (61) 98211-4025.

DCO: Como foi a experiência do Partido com a primeira leva de debates, os primeiros sobre a Palestina?

UR: A primeira experiência que tivemos realizando esses debates foi que a campanha que o Partido faz, que é a única campanha que verdadeiramente defende a Palestina, defende o Hamas nas ruas e também nas redes, na imprensa; é avassaladora.

Membros da comunidade muçulmana, bem como outras organizações, participaram dos debates e louvaram a nossa coragem em defender o Hamas. Tanto que isso foi um dos motivos para escolhermos o segundo tema, a importância de defendermos o Hamas como parte fundamental da campanha em defesa da Palestina.

A recepção foi muito positiva em todos os lugares e, apesar de todas as dificuldades, organizamos os debates em dezenas de locais, reunimos centenas de pessoas e novas pessoas vieram nos procurar para organizar debates no interior de Minas Gerais, no Espírito Santo, no Nordeste, no Norte do País, em locais mais distantes. Então essa atividade, essa primeira experiência que tivemos com os debates foi uma virada de chave total nos debates que o partido já vinha organizando.

DCO: Como esse tipo de atividade impacta a campanha do PCO em defesa da Palestina como um todo?

UR: Esse tipo de atividade mostra a seriedade que o Partido dá não só à panfletagem de materiais, à colagem de cartazes, adesivos, ir aos atos, mas a importância em discutirmos e convencermos todos os setores da importância de defendermos o Hamas nesse momento, da importância de entendermos por que defendemos a Palestina.

O debate é isso, é uma atividade de profunda discussão política, uma coisa que não existe para as pessoas que estão, muitas vezes, fora das organizações, que só conseguem acompanhar as redes. É um espaço para que todo mundo tire as suas dúvidas e coloque as suas posições.

DCO: Quais são os próximos passos da campanha?

UR: Além dos debates, os próximos passos da campanha é uma intensa mobilização de rua, uma disputa nos bairros operários, nos atos, com cartazes em todos os centros urbanos. Uma disputa verdadeira da opinião do povo, uma coisa essencial que só vemos o PCO fazer nas ruas.

Além de uma grande participação no ato do dia 29, que vai ser o dia de solidariedade mundial da Palestina, no ato do dia 28, que é um ato contra as privatizações em São Paulo, e uma série de outras atividades que o Partido está organizando em torno dessa campanha. Além disso, estamos tirando mais matérias, jornais especiais na nossa imprensa digital, e vamos buscar incorporar à luta todas as pessoas interessadas.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.