Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Análise Política da Semana

Brasil: terra sem lei

Rui Costa Pimenta comentou as várias notícias que apontam para um fortalecimento da política de censura instaurada no País

“É uma barbaridade, uma coisa totalmente irregular feita pelo TSE”. Foi isso que o presidente do PCO, Rui Pimenta, declarou sobre a cassação do deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos-PR). A declaração foi feita na sua tradicional Análise Política da Semana, que ocorreu na tarde de ontem (20).

Para Rui Pimenta, o TSE “passou por cima da legislação”, sem nenhum tipo de consideração para cassar o deputado. Ainda que criticasse os métodos do TSE, Pimenta não poupo críticas a Dallagnol: “é um desclassificado que foi contratado para fazer aquela operação maligna, uma operação de lesa Pátria e antidemocrática contra o governo de Dilma Rousseff e contra o atual presidente Lula”.

“Mas não é por isso que nós vamos apoiar nenhum tipo de arbitrariedade do TSE”, continuou Rui. Segundo o presidente do PCO, essa “alegria” manifestada por setores da esquerda com a cassação de Dallagnol não tem nenhum fundamento, pois é possível que a cassação não se concretize e é bem provável que “o tiro saia pela culatra de maneira muito rápida”. Isto é, Dallagnol pode recuperar o prestígio político que havia perdido com o desgaste que a Operação Lava Jato perdeu, acusando ser vítima de uma perseguição política. Afinal, os métodos arbitrários do TSE ensejam que qualquer um alegue isso.

Rui aproveitou a discussão sobre a cassação ilegal de Dallagnol para relembrar outras operações que estão se valendo de métodos arbitrários e antidemocráticos: as operações em torno do chamado “combate às fake news”. Segundo Rui, as investidas de Flávio Dino e de Alexandre de Moraes contra as plataformas de redes sociais são “a imposição de uma política de censura total no país”. O presidente do PCO criticou duramente os setores da esquerda nacional que vêm endossando essa política:

“Isso daí tem sido apontado por setores de esquerda como uma grande luta contra a extrema-direita e o fascismo. Uma coisa que muita gente não entende dessa grande luta contra a extrema-direita e o fascismo é que isso daí não é uma luta contra o fascismo, isso daí é
simplesmente uma campanha de setores poderosos da burguesia”.

Além de fortalecer o Estado e a sua repressão contra o povo, a tal “luta contra o fascismo” vem se revelando uma farsa total. Pimenta destacou o fato de que nenhum comandante militar foi sequer acusado de ter participado da invasão da Praça dos Três Poderes em 8 de janeiro. Até mesmo Anderson Torres, secretário do Distrito Federal à época, que chegou a ser preso, já foi praticamente inocentado.

Outro ponto importante da política nacional analisado por Rui Pimenta foi a questão do arcabouço fiscal, em que o governo Lula se encaminha para mais uma derrota. “O relator do processo já apresentou uma série de modificações que descaracterizam totalmente o acabouço fiscal, que já era uma política muito limitada do governo Lula. Obviamente que essa política limitada é o resultado da total falsa de força do PT no Congresso Nacional”.

O presidente do PCO ainda criticou o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, que declarou que haveria partidos políticos demais no Brasil. A partir disso, Rui Pimenta destacou que o TSE acabou de desaprovar as contas de três partidos, em mais um flagrante abuso. O caso mais absurdo é do próprio PCO, que teve suas contas desaprovadas porque não teria conseguido explicar um gasto de cerca de R$4.500.

No âmbito da política internacional, Rui Pimenta destacou o anúncio feito pelo Grupo Wagner sobre a tomada da cidade Bakhmut, tida como a principal cidade do Donbass. A importância desse evento está em demonstrar que a chamada “contraofensiva ucraniana” é uma farsa. Na sequência, o presidente do PCO ainda mencionou as eleições turcas, que irão para o segundo turno, mas que tiveram um resultado indesejado pelo imperialismo, mesmo com a fraude dos institutos de pesquisa. e a presença do presidente Lula no G7, que será analisada na semana seguinte.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.