Gravação de discurso de Hitler

Áudio nazista é transmitido em trem na Áustria

Áustria investiga transmissão nazista em alto-falantes de trem

Passageiros de um trem que fazia o trajeto de St. Pölten, no leste da Áustria, à capital, Viena, se surpreenderam ao ouvir a gravação de um discurso de ditador nazista nos alto-falantes do trem no domingo (14).

Entre os áudios reproduzidos nos alto-falantes estavam as saudações nazistas “Sieg Heil” e “Heil Hitler”.

O rabino de Viena Schlomo Hofmeister estava no trem e disse nas redes sociais que ficou chocado após ouvir o discurso de Hitler e presenciar o fracasso do trem em parar a reprodução imediatamente

“Me senti perturbado, acima de tudo, quando alguns passageiros começaram a rir, quando a voz de Hitler e as palavras “Sieg Heil!” explodiu dos alto-falantes e o trem não forneceu nenhuma explicação ou garantia, mas tudo isso foi ignorado!”, escreveu Hofmeister.

Segundo a administração do trem, o acontecimento teria sido provocado por um “funcionário”, que ainda estaria sendo investigado. O fato é que, seja quem for que tenha feito, ficou mais uma vez provado que Adolf Hitler tem a simpatia de alguns austríacos. E não só isso: que seus simpatizantes estão se sentindo à vontade para pregar esse tipo de “peça”.

A Áustria, terra natal do ditador Adolf Hitler, foi anexada política e militarmente pela Alemanha nazista em 1938 e, atualmente, tem algumas das leis mais rigorosas do mundo contra a negação do Holocausto e contra atitudes pró-nazistas.

Porém nos últimos anos, movimentos de extrema direita vem tomando grande parte das políticas austríacas. Em 2017 ocorreram eleições presidenciais para os países mais fortes importantes União Europeia, como a França, Holanda e a Alemanha. os partidos de extrema direita foram derrotados, mas tiveram grande crescimento em relação aos anos anteriores.

Marine Le Pen, a candidata à presidência da França que ficou em segundo lugar, fez parte de um movimento anti-União Europeia. Na Alemanha, o partido Alternativa para Alemanha tornou-se a terceira maior força política no parlamento alemão. E, na Holanda, o Partido para a Liberdade ficou em segundo lugar no pleito.

Na Áustria no mesmo ano, o Partido da Liberdade (FPÖ) chegou em 3º nas eleições, em dezembro firmou um acordo de coalizão entre a direita e extrema-direita levou o FPÖ (Partido da Liberdade da Áustria), a integrar a coalizão de governo liderada pelo conservador ÖVP (Partido Popular).

Os partidos de extrema-direita estão consolidados em quase todo o continente, embora em todos os países estejam tão próximos de posições de poder.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.