Scott Ritter

Analista militar: Israel a caminho da derrota estratégica em Gaza

“a derrota política de Israel no palco global, onde as simpatias internacionais rapidamente se alinharam com o povo de Gaza e da Palestina”

O analista militar Scott Ritter publicou mais um artigo sobre a guerra na Palestina. Para ele está claro que a vitória militar e política é do Hamas. Ele cita o general e ministro da defesa dos EUA, Lloyd Austin, que falou que “Israel” pode ter uma “derrota estratégica”. Para Ritter no entanto a vitória já é do Hamas e pode crescer ainda mais.

Em suas palavras: “Esta é a essência da vitória do Hamas: a derrota política de Israel no palco global, onde as simpatias internacionais rapidamente se alinharam com o povo de Gaza e da Palestina, afastando-se de Israel. A guerra, como o estrategista prussiano Carl von Clausewitz observou famosamente, é política por outros meios. O Hamas provou essa máxima ao máximo, alcançando politicamente aquilo que só poderia ser iniciado pelo uso criminoso da força por Israel contra o povo palestino.”

Ele ainda destaca a vitória militar obtida pela resistência palestina: “Mas mesmo quando a pressão internacional começou a se acumular para que Israel interrompesse sua ofensiva, o Hamas conseguiu realizar o que muitos observadores externos consideravam impensável: ele enfrentou as Forças de Defesa de Israel (FDI) em um impasse em Gaza, infligindo perdas significativas humanas e materiais às FDI.”

E coloca a crise que essa derrota está gerando para o governo de “Israel”:“Para Benjamin Netanyahu, seu governo de sionistas de extrema direita e a estrutura de segurança de Israel, o cessar-fogo foi uma maldição. Israel foi compelido a entrar em tal acordo com o Hamas por uma combinação de realidades geopolíticas e de campo de batalha.”

Por fim ele conclui destacando como Israel, desde 1948, gera um dano imensa para o judaismo, que nada tem a ver com o sionismo: “Ao observar o prejuízo causado por Israel sob a liderança de Benjamin Netanyahu e gerações sucessivas de israelenses e líderes israelenses desde a criação de Israel em 1948, o dano interno ao judaísmo tem sido imenso. E o dano continuará a se acumular enquanto Israel persistir em sua campanha louca contra o Hamas e os palestinos de Gaza.”

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.