Leis repressivas

Abaixo a censura, os estádios devem ser livres!

A lei da homofobia foi inventada artificialmente por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que não foram eleitos por ninguém

Editorial, Zona do Agrião

“Vamos, Corinthians, que dessas bichas teremos de ganhar!”, assim gritaram torcedores do Timão durante a disputa do clássico contra o São Paulo no Itaquera, na Zona Leste paulistana. Antes da histeria punitiva identitária, isso seria apenas mais um grito de torcedores. No entanto, as coisas mudaram. Enquanto ocorriam os gritos, o juiz paralisou o jogo e o telão do estádio relembrou os torcedores que “homofobia é crime”. 

A lei da homofobia, no entanto, nunca foi votada pelo Congresso Nacional. Ela foi inventada artificialmente por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que não foram eleitos por ninguém, baseando-se na lei que torna racismo crime.

Agora, após o precedente aberto pelos togados do Supremo, o Corinthians pode perder 3 pontos e ser multado por causa de “gritos homofóbicos” da torcida durante o jogo, sendo novamente vítima do identitarismo — após os ataques que levaram à demissão de Cuca.

Com esse caso, a imprensa burguesa retorna com sua campanha contra a “homofobia nos estádios”, sendo essa mais uma das frentes de ataque da burguesia contra as torcidas (principalmente as organizadas). 

Vivemos em um Estado burguês, capitalista, portanto policial. Um estado de violência constante que sempre recai sobre a cabeça dos trabalhadores, fazendo com que até as formas de diversão do público mais amplo e pobre tendem a serem marginalizadas e criticadas pela imprensa — estando sujeitas a serem reprimidas inclusive com força bruta.

A perseguição às torcidas é a política de manter o futebol dominado pelo poder econômico. Os estádios devem ser locais democráticos. Abaixo a censura! Ainda, punir o clube com perdas de pontos em Campeonato é um abuso total, mais uma forma de se “arrumar” resultados.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.