Golpismo

A garota propaganda do imperialismo ataca a Nicarágua

Excelente atriz de comerciais, Djamila Ribeiro nunca foge do roteiro escrito pelo imperialismo

Em coluna publicada na última quinta-feira (14) no jornal golpista Folha de S. Paulo, Djamila Ribeiro exortou o governo Lula a “mudar sua postura com relação à ditadura de Daniel Ortega na Nicarágua”. “A lhaneza no trato com o regime de Ortega, que reedita em muitos pontos aquele de Somoza, tem de parar”, disse ela. A garota propaganda da Prada e da Chevrolet, pela enésima vez, dá mais um show de servilismo ao imperialismo.

Os argumentos levantados pela “feminista” sãos os mesmo de sempre. O “regime de Ortega” persegue opositores, persegue artistas, alguns inclusive que participaram da Revolução Sandinista de 1979, ataca os direitos da população LGBT e por aí vai.

Ela omite deliberadamente de suas análises a ação imperialista, de natureza golpista, desestabilizadora, contra a Nicarágua. O imperialismo, sobretudo o norte-americano, trabalha há tempos para derrubar o governo nacionalista de Daniel Ortega. Impulsionou as mobilizações golpistas em 2018 contra o governo. Financia e alimenta opositores. Desencadeia uma campanha de calúnias e mentiras, de dimensões verdadeiramente mundiais, contra Ortega e seu governo. Aplica sanções econômicas contra o país, à semelhança do que faz contra Cuba, Venezuela e Rússia.

Não é por outro motivo que os regimes nacionalistas, incluído o da Nicarágua, estão tendo de tomar medidas enérgicas para parar a oposição imperialista. Vejam, além dos latino-americanos, os casos de Rússia e China. Nenhum regime nacionalista consegue governar pacificamente pois o imperialismo atua de forma criminosa, podendo provocar uma guerra civil para tentar derrubar o governo.
É preciso dizer que os argumentos de violações de direitos humanos, tão citados na propaganda contra o governo de Ortega, não são nada. São apenas mentiras sustentadas por pura hipocrisia. São calcados em dois fatos: na repressão às guarimbas (levantes armados) e no aprisionamento de opositores, que lideravam estas guarimbas. Com frequência os propagandistas do imperialismo referem-se ao domínio que Ortega teria dos meios de comunicação, às tentativas de censura e outras coisas. Também é preciso dizer que nada disso importa.

Neste momento, há uma luta entre o imperialismo e a Nicarágua. Quem ataca o “regime de Ortega” se coloca objetivamente ao lado do imperialismo. Djamila Ribeiro é mais um joguete que o imperialismo usa para atingir seus fins. Para os que defendem a luta pela emancipação da humanidade do jugo da exploração capitalista, não pode haver dúvida sobre qual lado tomar nessa luta. Os argumentos “democráticos” de Djamila Ribeiro não são mais do que uma farsa para encobrir a natureza real do conflito em questão. 

Ortega é uma liderança do nacionalismo burguês latinoamericano que está sendo diuturnamente atacada pelo imperialismo e seus órgãos. Que o governo Ortega possa ter cometido inúmeros erros, ninguém duvida. Mas o fato fundamental é que, hoje, ele é alvo da ação imperialista. O plano dos EUA para a Nicarágua é derrubar o governo Ortega. Portanto, quem ataca o governo nicaraguense, mesmo sob os mais belos argumentos dos direitos humanos, não faz mais do que trabalhar para entregar o país para os piores carrascos da humanidade, o imperialismo.

A garota propaganda do imperialismo segue à risca o roteiro de propaganda dos seus patrões.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.