Benedito Gonçalves

A esquerda pequeno-burguesa achou um novo Joaquim Barbosa?

Relator do julgamento que poderá tornar Bolsonaro ilegítimo já caiu nas graças daqueles que morrem de amores pelo Poder Judiciário

Até então um ilustre desconhecido, o ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), passou a ser paparicado pela imprensa golpista e pela esquerda pequeno-burguesa após apresentar o seu relatório recomendando a cassação dos direitos políticos do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Retratado pela burguesia como uma pessoa séria, com um perfil supostamente técnico, indiferente à importância do réu, Gonçalves já virou o novo herói da esquerda nacional, que lhe rasga elogios e até já lhe dedicou uma charge.

Chama muito a atenção o fato de o ministro ser um homem negro. Afinal, toda vez que o imperialismo decide colocar um negro em uma posição importante no regime político, seu objetivo é justamente utilizá-lo para aplicar as medidas mais impopulares, antidemocráticas e reacionárias possíveis. Isto é, como uma espécie de “servente” para realizar o “trabalho sujo”. Nos Estados Unidos, Colin Powell foi uma peça fundamental para a invasão do Iraque, mentindo descaradamente sobre as inexistentes armas nucelares de Saddam Hussein. Anos depois, Barack Obama, o primeiro presidente negro do país, acabaria envolvendo os Estados Unidos em novas guerras.

No Brasil, a situação não é nem um pouco diferente. O julgamento do mensalão, que ocorreu em 2012, foi protagonizado por Joaquim Barbosa, um ministro negro do Supremo Tribunal Federal (STF). Na época, Barbosa era admirado por toda a imprensa golpista, enquanto passava por cima dos direitos da população. Dessa vez, o negro Benedito Gonçalves, o primeiro da história do TSE, está encarregado de tornar um ex-presidente inelegível apenas por ter dado a sua opinião sobre o sistema eleitoral. De acordo com perfil feito pela Folha de S.Paulo, Gonçalves “sonha” em ser ministro do STF.

Merece destaque também o fato de que Benedito Gonçalves também havia sido escolhido para o ser o relator do processo que terminou na cassação ilegal do mandato de Deltan Dallagnol (Podemos-PR), o que só aumenta a suspeita de que há uma operação da burguesia em marcha envolvendo Gonçalves. Se for fato, já poderá contar com o apoio da esquerda pequeno-burguesa, completamente cega diante da ditadura do Judiciário que, mais cedo ou mais tarde, se voltará contra ela.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.