No programa Tição

A cadeia destruirá o racismo?

Aumenta a repressão da população pobre e negra no pais, isso com a ajuda da esquerda indentaria, e sua luta contra o racismo

A equiparação do racismo à injúria racial é uma das principais reivindicações dos setores identitários da esquerda nacional. Segundo estes setores, é necessário criminalizar qualquer fala que possa ser considerada prejudicial, de alguma maneira, a uma pessoa negra.

No entanto, a chamada “injúria racial”, que seria um crime contra a honra, é algo extremamente vazio, afinal se baseia em literalmente colocações de indivíduos e na interpretação de quem o irá julgar. Estes problemas fazem da lei algo extremamente  abstrato, e por tanto arbitrário. Com base nela, se o juiz decidir que uma palavra, uma frase, uma piada, uma música ou qualquer coisa do gênero for uma injúria racial, o indivíduo pode ter sua pena aumentada, ou até mesmo ser preso só por falar, podendo pegar até cinco anos de prisão, uma pena que pode ser aumentada caso o individuo use essa “injuria” no intuito de divertimento ou recreação. Ou seja, se você fizer uma piada, que “reforça o racismo”, sua pena pode aumentar ainda mais mesmo não causando danos a nenhum indivíduo.
Essa é claramente uma política reacionária, que não trará nenhuma contribuição para a luta do povo negro. Na prática, servirá para jogar o máximo de pessoas na cadeia, atingindo justamente a população pobre. As prisões brasileiras funcionam como verdadeiros campos de concentração, porém com a questão do encarceramento em massa, com a situação dos presídios, o aumento das leis de tipos repressivas apenas servirão para piorar esta situação. Além disso, quem irá sofrer em maior número com este problema é justamente a população negra, maioria nos presídios brasileiros.
Esta política “anti-racista” da esquerda pequeno-burguesa é na realidade uma política direitista que trabalha ao lado dos interesses da burguesia, da repressão. Sancionar mais e mais leis, que vise o encarceramento da população, que em sua maioria é pobre e negra, com a ideia totalmente deturpada de que essa sim, é a melhor maneira de acabar com o racismo, com mais leis e mais repressão, é um ataque aos próprios trabalhadores.
Nesse sentido, o programa Tição, ligado ao coletivo de negros João Cândido, debateu este problema. Assista:

https://www.youtube.com/watch?v=ptQK5okpKCU e acompanhando o programa pela causa operaria TV livre.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.