Mortes palestinas em 2023

16 de janeiro: Israel mata menino de 14 anos na Cisjordânia

Ação da resistência do dia 7 de outubro foi uma reação às décadas de opressão que o povo palestino sofre nas mãos de Israel

No dia 16 de janeiro de 2023, o Ministério da Saúde palestino informou que as forças israelenses mataram um menino palestino de 14 anos durante um ataque ao campo de refugiados de Dheisheh, na Cisrjodânia.

O exército israelense disse que foi em resposta a pedras, coquetéis molotov e dispositivos explosivos improvisados atirados contra eles, o que não pôde ser comprovado senão pela propaganda sionista.

A Sociedade de Prisioneiros Palestinos informou que soldados procuraram um jornalista palestino e entraram na casa de sua mãe, encontrando uma ativista italiana de 50 anos acompanhada de sua mãe. A mulher italiana foi presa sem motivo claro e posteriormente devolvida à Itália.

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) publicou o Relatório de Proteção de Civis cobrindo o período de 20 de dezembro de 2022 a 9 de janeiro de 2023.

Durante o período do relatório, 5 palestinos foram mortos pelas forças de Israel e nenhum israelense foi morto por palestinos.

Houve 202 operações militares israelenses de busca e detenção na Cisjordânia, e 69 estruturas de propriedade palestina foram demolidas.

Enquanto a reação dos palestinos, representados pelo Hamas, se intensificou em 7 de outubro de 2023, a ação dos sionistas contra a população civil e desarmada acontece há quase um século. Mais especificamente, este ano representou um aumento da agressão israelense contra os palestinos, algo que, obviamente, provocou uma reação por parte da resistência palestina.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.