Dia de Hoje na História

10/12/1948: 75 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Os principais países signatários nunca respeitaram o documento, e 75 anos depois, assistimos na Faixa de Gaza a maior violação de todos os direitos humanos desde então.

Em 10 de dezembro de 1948, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou e proclamou a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), marcando um momento crucial na história internacional. O documento, que estabelece os direitos fundamentais inerentes a todos os seres humanos, surgiu como uma resposta aos horrores da Segunda Guerra Mundial. Contudo, sua trajetória ao longo dos 75 anos desde sua formulação revelam que a
a hipocrisia e demagogia são os alicerces da ONU.

Diferenciando-se da Declaração dos Direitos do Homem, originada durante o Iluminismo e a Revolução Francesa, a DUDH não foi um produto de uma revolução, mas sim de um consenso dos países imperialistas pós-guerra. Enquanto a Declaração dos Direitos do Homem representava uma virada de era na humanidade, a DUDH buscava amenizar as tensões sociais após os conflitos.

Ao completar 75 anos, nada temos a comemorar. Os países que a formularam, em particular os Estados Unidos, buscavam, na época, apresentar-se como guardiões dos direitos humanos para mitigar as atrocidades provocadas pela Segunda Guerra Mundial. No entanto, este é um dos países que mais ignorou todas as 30 cláusulas do documento.

Por ser uma declaração e não um tratado vinculante, a DUDH nunca sancionou nenhum dos principais países do mundo quando agiram contra o documento.
Apesar da declaração da Conferência Internacional de Direitos Humanos da ONU em 1968, que afirmava que a DUDH “constitui obrigação para os membros da comunidade internacional” em relação a todas as pessoas. No entanto, observa-se que a ONU, dirigida pelos países imperialistas, só utiliza os Direitos Humanos seletivamente para atacar nações que não são seus aliados.

Ao celebrar os 75 anos da DUDH, é impossível que o massacre em curso contra o povo palestino, apoiado e financiado por parte dos países signatários, destaca a falta de aplicação dos princípios fundamentais. 

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.