Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Divisão

Ucrânia divide Alemanha Ocidental e Oriental, diz jornal alemão

A crise ucraniana revelou que os alemães da parte oriental e os da parte ocidental do país estão divididos


─ Sputnik News ─ Desde a reunificação do país, nunca tinha sido observada uma diferença de opiniões tão grande, diz o jornal Der Tagesspiegel, com base em dados de uma pesquisa de opinião.

Segundo a edição alemã, as pesquisas realizadas nos últimos meses pela empresa Forsa demonstram que os moradores do Ocidente e do Leste da Alemanha avaliam a situação na Ucrânia de maneira “completamente diferente”. Assim, conforme os resultados da pesquisa, na parte oriental do país são em maior número os que acham que o apoio alemão à Ucrânia é excessivo.

Ao mesmo tempo, na parte ocidental só um quinto da população (cerca de 18%) tem essa opinião.
Desse modo, de acordo com o Der Tagesspiegel, o principal ponto de divisão entre o Ocidente e o Leste é o fornecimento de armas à Ucrânia.

Em todas as pesquisas a partir do início de maio, de 54% a 61% dos alemães ocidentais têm se manifestado a favor do fornecimento de armas pesadas alemãs a Kiev, enquanto só cerca de 34% da população do Leste do país têm a mesma opinião.
Dessa maneira, a diferença de pontos de vista nas duas partes do país sobre o fornecimento de armas a Kiev em média é de 26%, conclui a edição.

Entretanto, a economia alemã está atravessando uma das crises mais graves na sua história: assim, de acordo com o subdiretor-geral do Fundo de Segurança Nacional Energética da Rússia, Aleksei Grivach, é muito provável que muitos países da União Europeia, inclusive a Alemanha, entrem em recessão após a implementação do plano da UE de reduzir o consumo de gás.

Em meio à operação militar especial na Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro, os EUA e os seus aliados da OTAN estão fornecendo grandes quantidades de armas à Ucrânia. Em junho, no site do governo alemão foi publicada a lista de armas entregues a Kiev, junto com os equipamentos bélicos que o país ainda planeja fornecer, em particular 30 viaturas blindadas de combate antiaéreo Gepard, três lançadores múltiplos de foguetes MARS, sistemas de defesa aérea IRIS-T e 54 veículos blindados M-113, que vão ser fornecidos através da Dinamarca com financiamento da Alemanha.

Anteriormente, a Rússia enviou uma nota de protesto aos países da OTAN devido à entrega de armas a Kiev. O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, salientou que quaisquer cargas com armas destinadas ao Exército ucraniano se tornariam um alvo legítimo para as tropas russas. O Ministério das Relações Exteriores russo têm repetidamente afirmado que os países da aliança estão “brincando com o fogo”.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.