Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Pró Cultura

Todos os empregos de Mia Khalifa

Desde o início das manifestações bolsonaristas após as eleições, muitos apoiadores de Bolsonaro acabaram caindo em piadas duvidosas


Desde que se iniciaram as manifestações bolsonaristas após as eleições, surgiram muitos memes. No entanto, alguns apoiadores do presidente Jair Bolsonaro não souberam identificar que as notícias que leram se tratavam de meme e isso gerou situações, no mínimo, inusitadas. 

Um print de um tuíte da página “Direita Brasil” trazia a seguinte notícia: “Diretora do Departamento Anti-Fraudes Eleitorais do Tribunal de Haia diz que está chocada com as provas obtidas”. O tuíte era acompanhado de um link, que, de acordo com o print, direcionaria para a matéria de título: “‘As provas são irrefutáveis’, diz Igrad Gaak – 04/11/22”. A matéria é acompanhada da foto da atriz pornô Mia Khalifa, que seria a Igrad Gaak apresentada no título da matéria. O tuíte ainda conta com uma descrição: “A diretora Igrad Gaak se diz preocupada com o volume de provas obtidas e afirma que até 7/11 todas as provas serão protocoladas”, diz a descrição. 

No entanto, nem o tuíte é real, como sequer a conta “Direita Brasil” realmente existe. Apesar de não passar de montagem, a imagem repercutiu tanto que a própria atriz Mia Khalifa comentou em sua conta no Twitter: “Ok, neste momento, eu deveria estar me perguntando se estou atrasada para o trabalho. Acho que realmente tenho o trabalho” – em tradução literal. 

Além do mais, ser diretora de departamento do Tribunal de Haia não foi a primeira “nova profissão” de Mia Khalifa. Desde sempre, muitos memes com fotos da atriz acompanhados de legendas que afirmavam que ela trabalhava em outros ramos foram feitos. Ao longo da matéria, evidenciaremos alguns! 

A atriz foi citada, inclusive, na CPI da Covid. O senador Luiz Carlos Heinze acreditou em um meme que dizia que Mia Khalifa era, na realidade, uma pesquisadora de uma companhia de fachada chamada “Surgisphere” e estava à frente de um suposto estudo fraudulento com o intuito de desqualificar o uso de hidroxicloroquina. 

Ainda no contexto da pandemia do coronavírus, surgiu um outro meme, no qual a atriz era retratada como cientista. O meme, que possuía a foto de Mia Khalifa acompanhada de um texto escrito, dizia: “Esta jovem é a Dra. Marcela Pereira, médica infectologista, Ph.D. em Biologia Molecular e Celular, Genética e Virologia pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas, um prodígio brasileiro. Ela está concluindo um estudo em larga escala do uso da Cloroquina no tratamento da covid-19, com resultados muito animadores, mas a Globo e a Band, compradas pelos comunistas chineses, além de esconder o trabalho dela, tentam sabotar quem quer que o divulgue, pois a China criou uma doença para vender a vacina deles. Não vamos deixar nossa guerreira brasileira ser calada pelos comunistas. Repassem sem dó!”. 

Há também uma outra versão do mesmo meme, inclusive, com a mesma foto. O texto, na nova versão, diz o seguinte: “Esta é a Dra. Vivi Agra, engenheiras de sistemas, Ph.D. em eletronic voting machine pelo MIT (Massachusetts Institute od Technology), um prodígio brasileiro. Ela conduziu uma auditoria independente das urnas eletrônicas que comprova a fraude das eleições, mas a Globo e a Band, compradas pelos comunistas do PT, além de esconder o trabalho dela, tentam sabotar quem quer que o divulgue, pois o PT comprou as eleições. Não vamos deixar nossa guerreira brasileira ser calada pelos comunistas. Repassem sem dó!”. 

Além da Mia Khalifa, muitas notícias sobre um suposto golpe militar em andamento convenceram até mesmo personalidades famosas. Foi o caso do lutador e apoiador do Bolsonaro Vitor Belfort, que postou em seus storys do Instagram: “URGENTE: o General Benjamin Arrola das Forças Armadas declarou que o Exército deu 24 horas para que o TSE explique o que houve nas urnas no domingo. Segundo ele, as forças armadas já estão apostos (sic) para a tomada do poder caso não haja nenhuma explicação coerente”, acompanhado da enquete: “houve corrupção nas urnas?”. 

Além do general Benjamin Arrola, surgiram outros nomes de supostos patriotas que enfrentariam a suposta fraude pró-Lula. São eles: 

O sheik Jalim Rabey 

A secretária Elma Maria 

O cônsul japonês Alan Bida Nossako 

O general colombiano, que foi parar nos trending topics do Twitter, Balán Sarrola Alan Berrola 

Andressa Colindo 

Elba Tiúma 

Eva Dias 

Isadora Boccheti 

Sebastián Pugneta 

Sophie Zanall 

Giuseppe Cadura 

O seu Jé Badura 

Taís Correga Navara 

Tadeu de Costa 

Essa foi a lista de patriotas que se opuseram ao processo eleitoral e que tomaram as redes sociais desde o dia 31 de outubro. Principais símbolos destas manifestações, com destaque especial para o general Ballán Sarrola, que foi para os assuntos mais comentados do Twitter.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.