Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Massacre em Buffalo

Sol Negro também escurece os EUA

O massacre realizado nos Estados Unidos demonstra que as democracias imperialistas são um criadouro de fascistas, os mesmos que eles alegam combater.


No último sábado (14), um jovem de 18 anos chamado Payton Gendron realizou uma chacina em um supermercado localizado na cidade de Buffalo, Nova Iorque, onde 10 pessoas foram mortas e 3 ficaram feridas, 11 delas eram negras.

 O assassino utilizou um fuzil Bushmaster XM15 E2S Target semi automático personalizado dentro de casa, além de contar com escritos como “nigger” (crioulo), “monkey” (macaco), o número 14 (em referência às 14 palavras do slogan de Eden Lane: “Devemos garantir a existência de nosso povo e um futuro para as crianças brancas” em tradução) e o nome de outros dois assassinos de extrema direita chamados Anders Breivik (que em 2011 matou 77 pessoas e feriu 151) e John Ernst (em abril de 2019 atacou a sinagoga Poway na Califórnia matando 1 e ferindo 3). 

O crime em questão foi transmitido ao vivo no canal do Twitch de Payton sob o pseudônimo de “Jimboboiii”.

Payton já dava sinais de que era um extremista da direita desde muito antes, no último ano, em um projeto escolar que perguntava o que os alunos iriam fazer após se graduarem, ele respondeu que gostaria de realizar um assassinato e depois se suicidar, ele foi internado em um hospital psiquiátrico mas saiu poucos dias depois.

Em Nova Iorque, existe uma lei chamada bandeira vermelha (Red Flag Law), onde pessoas que apresentem riscos para si mesmos ou para os outros devem ser obrigadas a entregar suas armas, mas a lei não foi utilizada contra gendron pois, segundo a polícia, ele não tinha alvos específicos em sua ameaça anterior.

Porém, anteriormente o nazista havia escrito um manifesto de 180 páginas onde ficava explícito sua ligação com a extrema direita, além de seus planejamentos para a relização do massacre e suas ideias racistas e antissemitas.

Ele também não deixava de expor sua admiração por outros assassinos em massa, ele afirma ter se inspirado principalmente no australiano que invadiu duas mesquitas na cidade de Christchurch, Nova Zelândia, em 2019, matando 51 pessoas e ferindo mais de 40. Inclusive existe uma assombrosa semelhança entre os dois casos, como a transmissão ao vivo dos crimes e frases racistas escritas em suas armas. 

Irmão ideológico dos Azov

Com todos os dados acima, fica claro a ligação da ideologia do supremacista Payton gendron e os nazistas do derrotado batalhão de Azov, uma imagem pode esclarecer mas ainda:

O símbolo em questão é o Sol Negro, ele foi adotado por várias organizações neonazistas pelo mundo e era apreciado até mesmo pela SS de Hitler na Alemanha nazista. 

Um desses grupos foi o batalhão de Azov, a milícia neonazista que se tornou parte oficial das forças armadas ucranianas e diretamente financiada pelos países imperialistas, principalmente os Estados Unidos. Existem várias versões do Sol Negro, mas o assassino usou exatamente o exemplar adotado pelos nazistas ucranianos. 

O fato acima não foi citado em quase nenhum dos jornais da imprensa imperialista, muito pelo contrário, elas afirmam que não existe nenhuma ligação ideológica entre Payton e os neonazistas do batalhão de Azov e que qualquer incitação a tal deve ser considerada desinformação.

“Eu me pergunto o que nossos colegas ocidentais inventaram para distrair o público desse fato embaraçoso”, afirmou o vice embaixador da Rússia na Organização das Nações Unidas (ONU).

Já o presidente imperialista, Joe Biden, realizou uma declaração totalmente demagógica sobre o ocorrido

“Ainda precisamos aprender mais sobre a motivação para o tiroteio de hoje à medida que a aplicação da lei faz seu trabalho, mas não precisamos de mais nada para afirmar uma verdade moral clara: um crime de ódio racialmente motivado é abominável para o próprio tecido desta nação.

Qualquer ato de terrorismo doméstico, incluindo um ato perpetrado em nome de uma repugnante ideologia nacionalista branca, é antitético a tudo o que defendemos na América. O ódio não deve ter porto seguro. Devemos fazer tudo ao nosso alcance para acabar com o terrorismo doméstico alimentado pelo ódio”, Afirmou Joe Biden em declaração oficial no site da Casa Branca.

Enquanto Biden afirma que deve fazer tudo ao seu alcance para acabar com o terrorismo doméstico, o presidente demente financia e manda armas aos irmãos ideológicos de Payton na Ucrânia, escancarando ainda mais a hipocrisia do estado imperialista estadunidense, que na verdade é um criadouro desse tipo de fascista tal como as outras democracias imperialistas.

COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.