Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Praga

República Tcheca está dividida sobre a guerra da Ucrânia

Praça Venceslau em Praga teve duas grandes manifestações no final da semana passado


A Praça Venceslau em Praga teve duas grandes manifestações no final da semana passado. No dia da independência da Republica Tcheca, dia 28 de outubro, ocorreu uma grande manifestação contra a aplicação das sanções sobre a Rússia, portanto, contra a OTAN e pedindo a renúncia do atual governo liberal de Petr Fiala. A segunda manifestação ocorreu dia 30 de outubro e foi favorável ao atual governo e à OTAN. Os participantes do evento de domingo convocado pela iniciativa Million Moments for Democracy protestaram contra o ódio na sociedade, apoiaram a ajuda à Ucrânia e os direitos das minorias sexuais. A polícia tcheca preferiu não se pronunciar precisamente sobre a quantidade de participantes. Preferiu apenas falar em participantes de dezenas de milhares de pessoas.

Ambas as manifestações foram grandes, o que indica que a República Tcheca está divida sobre a questão da guerra da Ucrânia. E claro, a segunda manifestação contou com mais dinheiro, visto que houve 3 grandes telões montados na praça e não apenas um lugar para pessoas discursarem.

O Partido Comunista da República Tcheca participou da manifestação contra a OTAN e criticou “dois pesos para duas medidas”. O post do partido KSCM no Facebook relatou sobre a demagogia do imperialismo. Durante o protesto, havia barracas de petições dos candidatos presidenciais Josef Skála (KSČM) e Alena Vitásková na praça. As pessoas seguravam faixas como “Não queremos um governo de destruição nacional”. As petições ocorreram pois na República Tcheca para poder ser candidato a presidente é necessário coletar uma quantidade de 5.000 assinaturas de pessoas comuns ou de uma quantidade pequena parlamentares e senadores. Como o partido comunista não tem mais assentos no parlamento, eles estão buscando 5.000 assinaturas das pessoas.

“o conflito na Ucrânia é uma tragédia. No entanto, não desde fevereiro, mas desde 2014, que nós, como Partido Comunista, apontamos muitas vezes. Mas o que é uma tragédia menor que o Afeganistão com várias centenas de milhares de vítimas e milhões de deslocados, de acordo com pesquisas da ONU, durante o bombardeio dos EUA/OTAN, em 45% dos casos as vítimas eram crianças e menores.”, afirmando a KSCM

Participação do partido Comunista na manifestação de 28 de outubro contra a OTAN.

A economia da República Tcheca é bastante industrializada e exporta uma grande parte de sua produção para a Alemanha. Então uma crise dentro da Alemanha também afetará a Republica Tcheca. Embora a inflação está a 17% neste país, a classe média não sentiu realmente os efeitos da desindustrialização europeia que está ocorrendo, porém ainda está no outono e o inverno ainda não chegou. No início do ano que vem, poderá se analisar melhor a situação europeia devido às sanções sobre a Rússia.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.