Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Eleições 2022

Quer que Lula seja eleito? Panflete junto aos militantes do PCO!

Partido da Causa Operária (PCO) dá o tom que a campanha de Lula deve adquirir e permanece dia e noite nas ruas, lutando por Lula Presidente com candidaturas operárias


Com a chegada do primeiro turno, a campanha eleitoral de 2022 se aproximam de seu fim. Até o momento, o pleito se resumiu a um grande teatro que, comandado pela imprensa burguesa, procura apresentar justamente o quadro que a burguesia almeja fabricar. Em outras palavras, tornou-se um jogo baseado na análise das pesquisas eleitorais que os capitalistas produzem por meio de seus jornais, pesquisas que, mais uma vez, servem aos interesses de classe da burguesia.

Esta avaliação, por si só, já demonstra o estado em que se encontra toda a campanha eleitoral no Brasil. Nos últimos anos, por meio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a burguesia vem tornando a disputa cada vez mais antidemocrática, a começar pela cláusula de barreira que esmaga os direitos de partidos menores de concorrerem às eleições de maneira justa. Além disso, temos toda a legislação que serve para regulamentar as atividades eleitorais, prevendo uma série de regras esdrúxulas em relação à panfletagens, carros de som, cartazes e muito mais. Sem contar na duração do período eleitoral que, na prática, deve ser feito de maneira “relâmpago”.

Entretanto, a esquerda, ao invés de denunciar isso, entrou de cabeça na jogada da burguesia e, demonstrando que não possui absolutamente nenhum princípio político, abandonou completamente as suas formas tradicionais de luta. Não é à toa que, até agora, faltando pouco mais de uma semana para as eleições, não se vê uma grande campanha de rua, muito menos uma campanha digna do tamanho do impacto que Lula representa dentro da política brasileira.

Antes, esses setores da esquerda, à reboque da política do imperialismo, fazem política “por cima”, ou seja, procuram realizar uma verdadeira frente ampla com figuras reacionárias da política nacional para, supostamente, angariar votos. Isso se dá, principalmente, na campanha de Lula que, ao invés de mobilizar as suas bases, se “apoia” em elementos como Alckmin, Henrique Meirelles e Márcio França.

Todavia, trata-se de uma política que, aplicada em outras ocasiões, já mostrou que é completamente falida. Lula, em 2002, tentou realizar alianças parecidas com as dos dias de hoje, algo que resultou em uma profunda direitização de seu primeiro governo, mesmo que tenha vencido as eleições.

Acima disso, na atual conjuntura brasileira, é uma política que não trará absolutamente nenhum resultado positivo para Lula, pois a burguesia e, principalmente, o imperialismo, já deixaram absolutamente claro que não querem mais um governo do PT. Afinal, prenderam Lula e derrubaram Dilma para que não tomassem o poder mais uma vez.

Portanto, a única alternativa que resta, e a mais segura de todas, só pode ser uma: a mobilização da classe operária brasileira na luta contra o golpe de Estado que há mais de uma década assola o País. Esse deve ser o eixo central da campanha de Lula caso o mesmo não queira sofrer ainda mais um golpe.

Assim como em todas as etapas fundamentais da luta contra o imperialismo no Brasil, o Partido da Causa Operária (PCO), nadando contra a correnteza dos ditames da imprensa burguesa, vem travando uma luta incansável em prol da campanha por Lula Presidente. Ainda mais nessa reta final das eleiçoes de 2022, vem realizando atividades de panfletagem todos os dias, todas as horas e em todos os locais do Brasil, trazendo, de fato, a campanha de Lula para as ruas e, consequentemente, para o povo.

De Norte a Sul, a militância aguerrida do PCO tem se concentrado em uma única tarefa fundamental: divulgar a política do Partido e, com isso, realizar uma gigantesca campanha nacional por Lula presidente. Finalmente, o PCO entende, há muito, que a principal reivindicação, neste momento, deve ser a candidatura de Lula e, além disso, defende de maneira incondicional a mobilização popular como verdadeira forma de luta da classe trabalhadora.

Vale lembrar que, no último período, o PCO sofreu uma dura perseguição por parte da burguesia e, principalmente, por meio da figura de Alexandre de Moraes que, como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), incluiu o Partido no Inquérito das Fake News e determinou o bloqueio de todas as suas contas nas redes sociais. Um verdadeiro ato de censura contra um Partido legalmente constituído pouco tempo antes das eleições.

Ademais, na presidência do TSE, atrasou o fundo eleitoral do Partido em cerca de 20 dias, colocando um grande empecilho na atividade política do PCO nas eleições deste ano. Finalmente, diferente de outros partidos da esquerda, o PCO se sustenta única e exclusivamente de sua força militante, virando suas costas à empresas, bancos, ONGs e a qualquer tipo de instituição que, atrelada à burguesia, utilize a questão financeira como forma de controle.

Apesar de tudo isso, ao invés de ficar de braços cruzados, o PCO, seguindo sua tradição profundamente revolucionária, iniciou, mesmo assim, sua campanha eleitoral por meio de uma campanha financeira independente. Agora, com o fundo eleitoral, entrou, na reta final das eleições, em uma grande atividade de panfletagem para, finalmente, vencer as tentativas de excluí-lo do pleito.

Então, agora é a hora de se juntar às atividades do Partido! Se você quer eleger Lula como presidente, então junte-se imediatamente aos militantes do PCO e participe das panfletagens à nível nacional. Basta entrar em contato com o número (11) 99741-0436 para se integrar em alguma atividade nas sua região.

Como disse Lenin, “Na sua luta pelo poder, o proletariado não tem outra arma senão a sua organização” e, agora, em um dos momentos mais cruciais de toda a história nacional, é o momento para lutar cada vez mais pela organização da classe operária brasileira. A campanha de Lula deve tomar, imediatamente, um caráter puramente popular, algo que começa por meio da pressão das bases sobre as direções. Nesse sentido, é preciso expulsar todos os vampiros ao redor de Lula por meio da força nas ruas.

Caso contrário, é provável que vejamos, mais uma vez, uma vitória do imperialismo sobre o Brasil. Algo que resultará, inevitavelmente, em uma devastação muito maior do que foi o governo Bolsonaro.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.