Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Astros da Seleção

Quem entende de futebol sai em defesa de Neymar

Figuras históricas do futebol brasileiro, como Romário e Ronaldo, foram à público defender Neymar, o melhor jogador do mundo, contra os ataques que vem sofrendo pela imprensa


A estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo deste ano foi marcante. Mantendo uma tradição de quase um século, o time garantiu uma vitória contra a Sérvia com dois gols de Richarlison, o camisa 9. O grande destaque da partida, entretanto, foi Neymar, que, após sofrer falta, teve de ser retirado do campo. Então, foi anunciado que o craque ficaria de fora da primeira fase da competição em decorrência de sua lesão no tornozelo.

Prontamente, jogadores históricos do Brasil se pronunciaram publicamente em apoio a Neymar. Nessa segunda-feira (28), Ronaldo Fenômeno, um dos maiores jogadores da história do Brasil e detentor de dois títulos mundiais, publicou uma nota em sua conta no Instagram desejando que Neymar retorne logo ao campo.

“Volte mais forte! Mais esperto! Com mais fome de gol! O bem que você faz dentro e fora de campo é muito maior que a inveja na sua direção. Não se esqueça nem um segundo do caminho percorrido que fez de você um ídolo do futebol mundial. O Brasil te ama!”, escreveu Ronaldo.

A falta que Neymar fez para a Seleção ficou ainda mais evidente após o segundo jogo do Brasil, dessa vez, contra a Suíça. Richarlison, em entrevista logo após a vitória brasileira, também defendeu Neymar, destacando que a sua ausência fez toda a diferença no jogo dessa segunda.

“Ah, Neymar é o Neymar, né? Nosso camisa 10. Querendo ou não, puxa a marcação deles, e abre espaço para mim, que sou o camisa 9. Faz muita diferença e espero que recupere logo. Faz falta, faz falta para mim, que sou o 9, onde a bola chega ali”, disse o jogador.

Além disso, Vini Jr., outra estrela da Seleção deste ano, após marcar gol que foi anulado pelo VAR (Árbitro Assistente de Vídeo, em inglês), homenageou Neymar fazendo uma de suas tradicionais comemorações.

Apesar de tudo isso, apesar de ser considerado como um dos maiores jogadores de todos os tempos, a imprensa burguesa continua a sua campanha contra Neymar e tenta pintar um clima de que ele é indiferente para o Brasil. Não é à toa que, após a sua lesão e a ótima atuação de Richarlison na estreia do time, os grandes jornais começaram a afirmar que o camisa 9 seria muito superior a Neymar e que, depois de anos, a Seleção não é mais dependente dele.

Ao mesmo tempo, a esquerda pequeno-burguesa, a reboque do imperialismo, reproduz essa campanha e vai além no tom agressivo contra o melhor jogador do mundo. Chegou ao ponto de que comemoraram até mesmo a sua lesão, utilizando como justificativa para esse posicionamento reacionário o apoio que Neymar deu a Bolsonaro nas eleições deste ano.

Antes mesmo da estreia, Romário, outro jogador histórico da seleção brasileira, um dos heróis da conquista do Mundial de 1994, também defendeu Neymar frente aos ataques que vem sofrendo da imprensa. O craque relembrou que, na sua época, também era alvo de uma grande investida por parte da burguesia:

“Eu, Romário, sei perfeitamente o que você está sentindo. Ah, claro, todo mundo gosta de dizer que o Baixinho é isso, que foi aquilo ou que eu sou o cara. Mas a verdade, parceiro, é que até 1993 tinha muita gente que falava mal pra car#lh* de mim. Não tô de caô [mentira], não. É sério!”, afirmou Romário.

Fica mais do que claro que quem entende de futebol defende Neymar. A campanha contra o jogador não passa de mais uma tentativa de desmoralizar a Seleção e o futebol brasileiro, o melhor do mundo. Romário e Ronaldo, principalmente, têm experiência e sabem do que a imprensa é capaz de fazer. Por isso, não caem no papo furado dos jornalistas burgueses e mantêm-se focados no Hexa, defendendo, portanto, a peça fundamental para mais um Mundial brasileiro: Neymar.

Com o passar do tempo e, agora, com a ausência de Neymar nos jogos, fica evidente que a polêmica envolvendo o craque está dividida entre dois setores: de um lado, aqueles que defendem o futebol brasileiro e, do outro, os que tentam atacá-lo de todas as formas possíveis.

Para derrotar o time do Brasil, a burguesia precisa apelar para métodos que não são permitidos em campo, por isso a campanha contra Neymar. Ela sabe que, no “mano-a-mano”, é a Seleção que leva a melhor, pois é composta pelos melhores jogadores de todo o mundo, em primeiro lugar, Neymar.

Todavia, a habilidade do jogador ultrapassa a realidade paralela que a burguesia procura criar, pois fica cada vez mais difícil falsificar os fatos e afirmar que Neymar é inútil para a Seleção. Sua raça – e a falta dela, agora que está lesionado – não consegue ser ocultada, restando, então, a mera calúnia. Algo que, com o avançar do Brasil na Copa, tende a perder a sua força.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.