Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Esquerda golpista

PSTU defende “alternativa” ao novo governo Lula

Depois de defender o golpe contra presidente Dilma Rousseff em 2016, o PSTU se prepara para uma empreitada golpista contra o novo governo do presidente Lula


Depois de defender o golpe contra presidente Dilma Rousseff em 2016, o PSTU se prepara para uma empreitada golpista contra o novo governo do presidente Lula. O partido insiste que será um governo dos capitalistas mesmo depois das declarações de Lula contra o teto dos gastos e as privatizações, que provocaram manifestação dos especuladores da Bolsa de Valores e dos ataques da imprensa burguesa. O PSTU defende maneira abstrata que os trabalhadores devem seguir o caminho da independência de classe, em outras palavras, abandonar o governo que lutaram para eleger. 

Para o PSTU a classe trabalhadora e seus setores mais oprimidos não podem depositar confiança no novo governo. Pelo contrário, a nossa tarefa, desde já, é avançarmos na organização e na mobilização independente da classe. E, a partir disso, construirmos uma oposição de esquerda e de classe, tanto para enfrentarmos a extrema-direita, quanto para defendermos nossas reivindicações e construirmos uma alternativa da classe trabalhadora, independente da burguesia”. 

Evidentemente que o novo governo de Lula assim como foram os anteriores do PT são bastante contraditórios em sua composição, aqui não estamos a defender sua política como setores de esquerda incluso PSTU fizeram ao defender Biden como mal menor. Porém, reconhecemos a maior liderança popular do país esteve no centro da luta política desde o golpe de estado contra Dilma, Lula foi condenado na farsa jurídica da Lava-jato e preso por 580 dias, também foi impedido arbitrariamente pelo STF de participar das eleições de 2018 para garantir a vitória de Bolsonaro. 

O PSTU não reconhece que a derrota de Bolsonaro representa vitória da mobilização da classe trabalhadora contra o golpe de estado de 2016 que jogou o país no desemprego, miséria e fome. Tal partido não compreende que o novo governo Lula, apesar da burguesia estar buscando enquadrá-lo, não pode atender seus interesses de total precarização das condições de vida do povo como fez Bolsonaro e FHC. Pode ser que este partido não tenha sido informado das centenas de denúncias de assédio dos patrões contra o operariado nos locais de trabalho durante as eleições, um reflexo da radicalização das federações das indústrias. 

Segundo o PSTU o “governo Lula-Alckmin é ainda mais controlado pelos bilionários do que seria um governo de colaboração de classes ou como foram os governos anteriores do PT. Apesar de fruto de uma vitória eleitoral das massas contra o governo Bolsonaro, é prisioneiro das alianças com os bilionários”. Talvez não tenham acompanhado as declarações de Lula contra o teto de gastos, que somente garantem juros aos banqueiros em detrimento de investimentos nos serviços públicos e programas sociais, contra as privatizações a venda do Banco do Brasil e fatiamento da Petrobrás. 

Possivelmente, o PSTU também não recebeu a notícia sobre a manifestação dos parasitas que especulam na Bolsa de Valores em função das declarações de Lula. Os marxistas de goela deveriam explicar o sentido de defender Lula nas eleições contra Bolsonaro e ao mesmo tempo afirmar que seu governo será feito “com e para os bilionários”, na suposta luta contra o fascismo deveríamos apoiar o candidato da burguesia? O fascismo deixou de ser um instrumento da classe dominante? O PSTU seria adepto à teoria dos stalinistas (social-fascismo) já que atribui o bolsonarismo aos governos petistas? 

Para uma luta independente da classe operária se faz necessário um programa que unifique os trabalhadores em torno dos seus próprios interesses, ao invés de lançar mão de uma política de enfrentamento aos capitalistas e disputar o governo Lula que é resultado da mobilização popular, diferente do que se viu quando Bolsonaro foi eleito, o PSTU busca já atacar o novo governo Lula e defender uma “alternativa”. Na última vez que defenderam uma alternativa contra os governos petistas, a política do “Fora Todos Eles”, o povo acabou nas mãos do golpista Michel Temer, desta vez é possível que seja ainda pior com Geraldo Alckmin. 

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.