Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Crise

ONU: quase 2/3 dos refugiados da Ucrânia não pretendem retornar

Quase dois terços dos refugiados da Ucrânia pretendem permanecer nos países de acolhimento por enquanto


─ RIA Novosti, tradução do DCO ─ Cerca de dois terços dos refugiados ucranianos pretendem permanecer nos países de acolhimento até que as hostilidades cessem e a situação de segurança melhore, de acordo com um relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

O ACNUR e seus parceiros , como parte do estudo, entrevistaram cerca de 4,9 mil refugiados ucranianos na República Tcheca , Hungria , Moldávia , Polônia , Romênia e Eslováquia em maio-junho.

“A maioria dos refugiados da Ucrânia espera voltar para casa o mais rápido possível, mas cerca de dois terços (65% – ed.) esperam permanecer nos países anfitriões até que as hostilidades diminuam e a situação de segurança melhore”, diz o estudo publicado na quarta-feira.

De acordo com os dados recebidos, 16% dos entrevistados planejam retornar à Ucrânia nos próximos dois meses, e 15% deles pretendem ficar lá apenas temporariamente para visitar familiares ou ajudar parentes na evacuação.

“Daqueles que desejam retornar, 40% planejam fazê-lo no próximo mês. No entanto, os planos dos refugiados para ficar ou se mudar variaram significativamente por região de origem, tempo de deslocamento e países de acolhimento. Uma proporção maior de refugiados de Kiev e áreas do oeste planejavam retornar, em contraste com aqueles que chegaram do leste e do norte”, diz o relatório.
De acordo com os últimos dados do ACNUR, cerca de 8,8 milhões de pessoas deixaram a Ucrânia de 24 de fevereiro a 5 de julho deste ano.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.