Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Mais uma vez

O pretexto da homofobia para calar e censurar os torcedores

Por trás da suposta preocupação da burguesia com a defesa dos oprimidos está o interesse em calar as torcidas


Com a intenção clara de promover perseguição ao clubes e fazer calar as torcidas, o Tribunal de Justiça Desportiva do RJ(TJD-RJ) aceitou a denúncia de homofobia feita por um advogado e um jornalista através de e-mail, praticada pela torcida do Flamengo em jogo contra o Fluminense no dia 06 de fevereiro.

No vídeo apresentado como prova, a palavra mais possível de ser interpretada como “agressiva” é o pó de arroz. Que seria hilário interpretar como agressão, ainda mais cantada por dezenas de torcedores. Iriam condenar e prender a torcida?  Ou cada indivíduo separadamente? Como identificar todos os envolvidos uma vez que o vídeo abrange apenas uma parcela pequena de torcedores.

Tudo é uma farofada grotesca, e querem punir clubes pelo que a torcida faz ou fala. Um não tem nada a ver com o outro. É um completo absurdo isso. As responsabilidades não podem ser atribuídas a outrem. Além de que a justiça está  infringindo a liberdade de expressão das torcidas e indivíduos. Elas têm o direito de falar, cantar, gritar o que bem entenderem, sem limites ou imposições de nenhum tipo. É assim que tem que ser e fim de papo.

Hoje em dia tudo que se fala é passível de punição, é o que o estado burguês está impondo à sociedade, “crime de homofobia, de sexismo, e tantas outras baboseiras que mais irritam que fazem com que a civilização chegue até o povo. 

Na verdade o que querem é que justamente o povo não possa chegar à civilização, caso contrário não estariam acabando com as escolas públicas e sim investindo mais na educação do povo. E por isso criam tantas proibições e punições que tem como objetivo dificultar o entendimento racional entre as pessoas. E como as torcidas tem grande participação da população operária é um alvo perfeito para esse fim, por ser um esporte muito popular.

O fato de que recentemente houve um pedido de inquérito, no mesmo tribunal,feito pelo Fluminense alegando que o jogador Gabigol teria sofrido racismo, deixa a impressão que o tribunal estaria buscando proteger os jogadores, as torcidas e os clubes. Isso fica parecendo uma ação construtiva por parte do estado, mas na verdade é uma boa desculpa para retirar os direitos de expressão de todos eles e toda a população em geral. Afinal o páu que bate em Chico também bate em Francisco.

Curioso é que quase ninguém está se opondo a esta perda constante de direitos. O que se vê é que estão achando tudo normal. Assim se faz a máxima da dominação, que é que quando o oprimido concorda com o opressor, estamos diante da dominação perfeita. Assim fica muito fácil para a burguesia imperialista, seguir avançando na exploração sem haver contraposição. 

É hora das torcidas se organizarem contra tantas proibições, precisamos lutar contra tantas perdas de nossos direitos. E que possamos levar nossas bandeiras ao estádio, gritar e torcer, fazer chacotas com o time adversário e tudo mais. Sem melindres, sem choradeiras, tudo na base da brincadeira, como se fazia antigamente, onde as torcidas ficavam misturadas e sem medo de gritar o gol de seu time. 

Brigas acontecem a todo tempo, no trânsito, nos estádios, nas ruas, na família e entre amigos. Mas tudo passa e volta ao normal. E são exceção e não regra. Não precisamos do estado e das PMs nos policiando, principalmente na hora do lazer e do futebol. Somos donos do nosso destino, e precisamos defendê-lo contra o estado burguês.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.