Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Nos livrem dessa praga

O perigoso e demoníaco videogame

O videogame, criador de psicopatas mirins, foi o assunto do Pró Cultura dessa semana


O videogame, um passatempo mágico, porém também muito perigoso – afinal, é o videogame que cria assassinos em série, crianças psicopatas, e adolescentes depressivos com grandes tendências a entrar em escolas atirando em todo mundo. 

E claro que a loucura da juventude maligna não é o sistema completamente falido que só arrasta todo mundo para a loucura e para o buraco – longe disso. O que realmente enlouquece nossas crianças e adolescentes são os videogames, que ensinam uma criança inocente a mexer em armas, matar prostitutas e velhas, ou prostitutas velhas, entrar em gangues, brincar de sniper na escola e espancar até a morte o coleguinha de classe.

Mas, convenhamos, todos nós já tivemos lá dentro aquela vontade inocente de ir atrás de uma pessoa chata, ou atear fogo em um direitista babaca, ou empalar e esquartejar o seu chefe mala junto com aquela pessoa inconveniente e cagueta. 

Todos nós já sentimos muita raiva lá dentro de si. Uma maneira interessante (e mais saudável!) de liberar essa angústia misturada com ira, que o dia a dia podre, estressante e deprimente, porém comum, da rotina ou do estudante, ou do trabalhador, é justamente o videogame. Além também de ser uma ótima maneira de passar o tempo, não diria edificante, mas em muitos casos relaxante (menos quando é de terror o jogo). 

Esse papo furado de que é o videogame que acaba com a cabeça das pessoas é só mais uma maneira da burguesia tirar o corpo fora, colocando a culpa da violência, da raiva crescente na juventude, do aumento de transtornos mentais e de jovens extremamente revoltados (e muitas vezes bem estranhos) não na exploração do trabalho, não na falta de perspectiva de vida, não nas condições de vida terríveis de toda a população, não no sistema falido, e sim no maldito e terrível videogame — ooooh, nos salvem desta praga!

Como uma coisa quase religiosa, essa ladainha sempre volta, parecendo teoria da terra plana ou coisa de direitistas conservadores malucos. Aquela pessoa da Universal que tira demônio do corpo, sabe? Essa história do videogame sempre volta quando é preciso justificar o porquê de toda a revolta e raiva da juventude… “são os videogames.

Esse foi o assunto abordado no podcast Pró Cultura dessa semana, na última sexta-feira (19). O assunto foi abordado com mais profundidade e mais humor também pelos companheiros no programa, assistam, e se deleitem com a obra-prima: 

Assistam também os programas anteriores, e nos sigam nas nossas redes sociais! O programa ocorre todas as sextas-feiras, às 18h, no canal da Rádio Causa Operária!

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.