Neoliberalismo

O papel de Elizabeth II no governo de Margaret Thatcher

Segundo a legislação inglesa, qualquer política proveniente do Primeiro-Ministro deve passar pela Coroa

Nesta quinta-feira (08), morreu, aos 96 anos, Elizabeth II (em português, Isabel), a rainha mais longeva de toda a história do Reino Unido.

Representante maior da família real, Elizabeth governou por um total de 70 anos. Durante esse período, passaram pelo governo da Inglaterra 15 Primeiros-Ministros, incluindo Churchill e Margaret Thatcher que, por sua vez, detém o recorde de maior tempo ocupando o cargo.

Ao longo de seu governo, Thatcher foi responsável por fundar a política neolibera na Inglaterra. Dentre alguns de seus feitos, está a repressão da greve dos mineiros ingleses, uma das maiores do mundo, e a consequente privatização das ferrovias do país.

De maneira geral, ela entregou toda a economia inglesa para o capital financeiro. Privatizou os principais serviços públicos do Reino Unidos, bem como grande parte da economia, e retirou a esmagadora maioria dos direitos trabalhistas do povo. Política que foi importada, inclusive, para os outros membros da Commonwealth.

Principalmente nos últimos anos, a imprensa burguesa procurou pintar a imagem de que Elizabeth não era muito simpática à Thatcher. Todavia, fato é que todas as políticas da Primeira-Ministra precisavam passar, antes, pela Coroa.

Além disso, a rainha possuía a autoridade para destituir Thatcher de seu cargo, bem como é a responsável por declarar guerras, algo que, no governo Thatcher, foi feito contra as Malvinas, na Argentina.

Ou seja, de maneira geral, Elizabeth II não só foi conivente com a política genocida de Thatcher, uma das mais violentas de toda a história da humanidade. Acima disso, deu carta branca ao neoliberalismo e à sua política assassina.

Imprensa que acabou de atacar Dom Pedro chora por Elizabeth

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.