Os verdadeiros culpados

O NED e como os EUA provocaram o conflito com a Rússia na Ucrânia

Milhões de dólares foram despejados pelo imperialismo para atacar a Rússia no leste europeu

ned 1068x778

O Diário Causa Operária mostrou uma série de reportagens denunciando a ação de órgãos imperialistas pelo mundo cooptando personalidades políticas de direita e esquerda e manipulando a política local de diveros países de forma disfarçada (agora nem tanto) e golpista, inclusive provocando guerras. Estão a serviço do imperialismo a Global Americans e o NED (National Endowment for Democracy).

Nessa guerra de defesa da Rússia contra a Ucrânia, o fundo de financiamento do imperialismo americano, NED, criado em 1983 pelo governo Reagan para substituir a CIA, na época atolada em escândalos públicos, gastou US$22,4 milhões dentro da Ucrânia para desestabilizar a Rússia desde o ano de 2014, ano do golpe que tirou do poder o presidente democraticamente eleito Viktor Yanukovych, que fora substituído por governos golpistas e fascistas aliados dos Estados Unidos.

O presidente do NED, Carl Gershman, se referiu à Ucrânia como o “maior prêmio” da Europa. Gershman deixou claro ainda que o NED é o substituto golpista da CIA ao afirmar que “seria terrível para grupos democráticos ao redor do mundo serem vistos como subsidiados pela CIA”. “Muito do que fazemos hoje foi feito secretamente há 25 anos pela CIA”, revelou Allen Weinstein, cofundador do NED, ao The Washington Post , no ano de 1991.

Criada para ser uma força golpista a serviço do imperialismo norte-americano, financiado pelo Congresso, com um falso escudo de defesa e “promoção da democracia”, ONG privada e sem fins lucrativos, o NED tem atualmente 40 projetos golpistas na Bielorrússia, cujo objetivo é derrubar seu presidente Alexander Lukashenko. Cuba, Hong Kong, Nicarágua, Venezuela e diversos outros países também estão sendo atacados por esse organismo nefasto na geopolítica mundial. Já sistemas políticos, mesmo que ditatoriais como os da Arábia Saudita, Catar, Bahrein, etc, porém aliados dos Estados Unidos, não sofrem golpes.

O NED, segundo seu próprio banco de dados, aprovou 334 doações para a Ucrânia, que virou uma prioridade para o organismo que tem como objetivo desestabilizar a Rússia na região. O NED tinha ainda como meta, para realizar uma “transformação” econômica na Ucrânia, privatizar diversas empresas estatais e construir partidos políticos submissos aos interesses americanos.

Após o golpe de 2014 na Ucrânia, chamado de Revolução Maidan (esplanada da Europa), foram vendidos muitos ativos estatais do país, que empobreceu bastante e viu o lastimável aumento de novos bilionários – uma aberração do sistema neoliberal vigente no mundo.

As forças políticas patrocinadas pelo NED na Ucrânia receberam uma quantia de cerca de US$2,2 milhões, com o claro objetivo de criar líderes neoliberais pró-ocidente e dispostos a combater a influência russa no país, inclusive se aliando a verdadeiros nazistas, herdeiros dos piores quadros do nazismo europeu.

O NED também investiu nos grandes meios de comunicação para derrubar o Yanukovych em 2014, apoiar o projeto criminoso de privatização e esconder a gravidade das alianças com os nazistas. A Ukraine Crisis Media Center recebeu recursos da OTAN, da Alemanha, Reino Unido, Canadá, dentre outros, para distorcer informações sobre a Rússia. O Center For Civil Liberties (CCL), que se apresenta como um grupo de direitos humanos, recebeu pelo menos US$204 mil do NED para apoiar as iniciativas americanas no país.

O alvo do novo governo pós-golpe de 2014 foi a região de Donbass. Nessa região houve um severo ataque à cultura e povo russos. Os meios de comunicação e idioma da Rússia foram suprimidos pelo novo governo. As escolas foram proibidas de promover a língua russa, que é falada por mais de três quartos da população.

Alvo do governo nazista, a população da região de Donbass vive consternada e massacrada pelo governo fascista.

O NED patrocinou o treinamento de diversos nazistas do Batalhão Azov, que vem usando a população como bucha de canhão na guerra contra a Rússia, que não queria fazer guerra alguma se não estivesse no limite dos diversos tipos de provocações sofridos por parte da Ucrânia. A imprensa ocidental coloca absurdamente Putin como um Hitler e não denuncia os verdadeiros nazistas patrocinados pelos Estados Unidos.

Sobre as informações na imprensa ocidental, segundo o professor de estudos políticos da Universidade de Otawa, Ivan Katchanovski,

Eles omitem ou negam que haja uma guerra civil em Donbas, embora a maioria dos estudiosos que [têm] publicado ou apresentado sobre esse conflito em locais acadêmicos ocidentais o classifique como uma guerra civil com intervenção militar russa. A mídia ocidental também omitiu que as recentes ‘marchas de unidade’  em Kharkiv e Kiev e um treinamento encenado de civis, incluindo uma avó, foram organizados e liderados pela extrema direita, em particular, o neonazista Azov [Batalhão].”

Os verdadeiros culpados por essa guerra, cujo número de mortos nem chega ao das guerras em que os EUA agem diretamente, são a OTAN, essas organizações não governamentais como NED e os EUA, que vivem sua pior crise imperial e estão dispostos a desestabilizar, com apoio de nazistas, os principais países pobres em ascensão no globo, como Rússia, China, Brasil e diversos outros que enfrentam a violência imperial com coragem e apoio popular.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.