Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Boicote ao Donbass

Moscou denuncia segregação da UE ao negar vistos para residentes

A representante do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, acusou a União Europeia (UE) de adotar sanções desumanas e "uma política de segregação"


–Sputnik – A representante do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, acusou a União Europeia (UE), nesta quarta-feira (21), de adotar sanções desumanas e “uma política de segregação” devido a uma decisão de não conceder vistos Schengen a cidadãos russos que vivem nas regiões recém-integradas ao país e na Crimeia.

No dia 8 de dezembro, o Conselho da União Europeia decidiu não reconhecer os passaportes estrangeiros da Rússia emitidos nas repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL), nas regiões de Kherson e Zaporozhie, Sevastopol e Crimeia, bem como nos Estados da Abkházia e da Ossétia do Sul. A decisão vai entrar em vigor na quinta-feira (22).

“Tal política de segregação nada mais é do que interferência direta nos assuntos internos de um Estado soberano, mais uma vez demonstrando as verdadeiras intenções hostis da União Europeia em relação ao nosso país e seus cidadãos”, disse Zakharova em comunicado publicado pelo ministério.

A porta-voz acrescentou que a maioria dos Estados-membros da UE se recusou a aceitar passaportes estrangeiros emitidos para cidadãos russos que vivem na Crimeia e Sevastopol, mesmo antes do início da operação militar especial do país na Ucrânia.

“A partir de agora, esta prática discriminatória, que viola grosseiramente o direito internacional, tornou-se parte da legislação da União Europeia e dos Estados associados do espaço Schengen — Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça”, disse Zakharova.

A política da UE viola a Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948, o Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos de 1966, certas disposições da Convenção Internacional de 1965 sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial e as obrigações do bloco de garantir a liberdade de deslocamento de acordo com a Ata Final de Helsinque de 1975 da Conferência sobre Segurança e Cooperação na Europa, de acordo com Zakharova.

“Conforme concebido pelos autores desta política, os cidadãos russos devem ser ‘punidos’ por sua escolha democrática em favor da Rússia. A desumanidade dessas ‘sanções’ de visto está no fato de que elas são introduzidas coletivamente e visam criar condições deliberadamente tendenciosas para a consideração de arquivos de visto”, disse a representante.

Ao mesmo tempo, os últimos anos mostraram que a pressão das sanções e a discriminação não podem mudar a vontade das pessoas que tomaram “uma decisão inequívoca e irrevogável de retornar à sua terra natal”, acrescentou Zakharova.

“O resultado real dessas ações míopes será a perda de peso da União Europeia nos assuntos internacionais. De nossa parte, continuaremos a usar todas as oportunidades disponíveis para proteger os interesses de nossos cidadãos e garantir seus direitos legais”, disse ela.

De 23 a 27 de setembro, RPD e RPL, bem como as regiões de Kherson e Zaporozhie, realizaram referendos e votaram de forma favorável pela adesão à Rússia. No dia 30 de setembro, o presidente russo Vladimir Putin e os chefes das quatro regiões assinaram acordos sobre a adesão dos territórios ao país.

* Os artigos aqui reproduzidos não expressam necessariamente a opinião deste Diário

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.